CPI apurará denúncias contra Gerdau, RBS, Marcopolo e todos que se beneficiaram de malfeitos no Carf

A Comissão Parlamentar de Inquérito que será instalada na próxima terça-feira investigará os malfeitos descobertos a partir da Operação Zelotes, da Polícia Federal, que investiga denúncia de que empresas, escritórios de advocacia e de contabilidade, servidores públicos e conselheiros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) criaram esquema de manipulação de julgamentos, propiciando a redução de multas de sonegadores de impostos.

No RS, estão sob investigação grupos poderosos como Gerdau, RBS e Marcopolo.]

A PF já comprovou prejuízos de R$ 6 bilhões aos cofres públicos, mas auditores envolvidos na operação avaliam que a fraude pode ultrapassar R$ 19 bilhões

Um comentário:

Anônimo disse...

Gerdau, RBS e Marcopolo... todos os grandes exemplos de administração privada do RS, hein?