Marco Alba liquida falida estatal criada pelo PT para balizar prestação de serviços de pavimentação para a prefeitura

Dez anos depois de sua criação, em 2005, completamente falida, com um rastro de prejuízos que acumulados ultrapassam os R$ 10 milhões, entre compromissos trabalhistas, maquinários, equipamentos e dívidas a pagar, às 11h40 do último dia 24, no gabinete do prefeito Marco Alba, foi definitivamente extinta a Companhia de Desenvolvimento de Gravataí (CDG). 

Sociedade de economia mista, a CDG havia sido criada pelas administrações do PT para balizar o mercado de prestação de serviços para o município na área de pavimentação asfáltica. 

Revelou-se um fracasso. 

A estatal municipal hegou a ter mais de 500 funcionários e todo o parque de máquinas da Prefeitura. 

Restou apenas a usina de asfalto, que agora foi repassada à Secretaria de Obras Públicas (Smop) para ser recuperada e voltar a funcionar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Não adianta querer tapear: o pt tem o toque de Midas ao contrário, ou seja, tudo que o pt coloca as patas vira merda!

Anônimo disse...

Logicamente que os petralhas criaram a empresa para roubarem depois quebrar e caírem fora, o próximo prefeito e a cidade que se fodam!

Anônimo disse...

eh assim q funciona liquidam o patrimônio publico p entregar pros amiguinhos picaretas da iniciativa privada safados

Anônimo disse...

É uma bacia de tripa, não se sabe se pega na cabeça ou no rabo... Legal é dar uma olhadinha na " casinha" que mora Marco Alba...na semana passada ele o Bordignon almoçaram na caríssima churrascaria Barranco, o que será que conversaram?

Roberto Ebelt disse...

Um retrato 3 x 4 do que a praga que nos governa há mais de 12 anos pretende para a nação.
Criar estatais em pleno século 21, só o Tarso e o Alba.
Não me parece burrice, não. É pura competência para atingirem suas metas.
Roberto 1776