Saiba por que você deve conhecer Cidade do Panamá, o "tigre latino", paraíso das compras

Nesta reportagem intitulada "Panamá se prepara para ser ‘tigre latino’", a Foplha de S. Paulo revela que o  País teve o maior crescimento do PIB das Américas no ano passado, 6,5%, ritmo que deve ser mantido em 2015 e 2016. Centenas de gaúchos (milhares de brasileiros) já preferem ir até Cidade do Panamá do que a Miami para fazer as suas compras, frequentar seus modernos restaurantes e casas noturnas e caminhar em segurança pelas ruas. Aviões da Copa ligam Porto Alegre com o País, com vôos diários. Os locais adoram chamar a Cidade do Panamá de mini-Dubai. Nove dos dez maiores edifícios da América Latina estão na cidade, onde foi inaugurado em 2014 o primeiro metrô da América Central.
Os arranha-céus são a nova cara do país que teve o maior crescimento de PIB das Américas no ano passado, 6,5%. O ritmo deve ser mantido em 2015 e 2016. A renda per capita panamenha virou a segunda da América Latina, atrás apenas da chilena.
O milagre econômico detonado em 2000, quando os EUA devolveram o canal que corta o país e leva seu nome, é facilmente visto além das torres de arquitetura kitsch que se espalham pela capital.
O desemprego caiu de 13% para 4,5% em menos de uma década. No ano passado, o salário mínimo se tornou o maior da América Latina –varia de US$ 488 a US$ 624 mensais (R$ 1.298 a R$ 1.659), conforme a região do país.
“O Canal tinha uma direção estratégico-militar com os americanos. Quando passou ao Panamá, virou negócio, e os governos souberam aproveitar as oportunidades”, disse à reportagem o panamenho Galileo Solís, diretor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para inovação e competitividade.
Na última década, o país subiu mais de dez posições nos rankings de competitividade do Fórum Econômico Mundial e do Banco Mundial.
É possível abrir uma empresa em uma semana, com todos os trâmites on-line.

A companhia aérea local Copa transformou o aeroporto da capital em centro regional. Nos últimos três anos, o número de voos diários do Brasil ao país dobrou para 14.

CLIQUE AQUI para saber mais.

4 comentários:

Karlos disse...

Srs. já fui lá e fiquei 10 dias andando e procurando esta mini Dubai , só vi uma diferença entre pobres e ricos como 8 e 80 , gostaria de saber aonde esta toda esta fartura ou fui em outro lugar , comparar Miami com o Panamá é a mesma coisa que comparar o bairro Sarandi com o Moinhos........

Anônimo disse...

grande lavanderia...

Anônimo disse...

Fui e gostei tudo muito barato...mas por favor Dubai e' Dubai Miami e' Miami sem comparaçao, mas a cidade muito bonita povo acolhedor voltarei com certeza, mas Panama City e' uma grande Lavanderia de dinheiro frio. Vai crescer muito pois e' bem administrada o que nao se pode dizer do Brasil.

Anônimo disse...

Morei no Panamá durante quase 6 (seis) meses e posso dizer: o Panamá é uma das maiores lavanderias de dinheiro sujo do mundo, os Chefes dos cartéis de drogas da Colômbia estão quase todos refugiados lá..a miséria lá é medonha, contrastando com uma riqueza à moda "Don Corleone" bem apropriada para republiquetas latino-americanas. Não se iludam com o Skyline e os prédios suntuosos de lá! Muitos estão vazios, só servem de fachada.