Ainda não saíram nomes para as jóias da coroa: Banrisul, Badesul, Corsan, CEEE, Procergs, Emater e Detran

Só a partir da semana que vem o novo governo gaúcho anunciará os nomes dos presidentes das dezenas de estatais, fundações, autarquias e fundações.

. Algumas estatais são as mais disputadas, já que são consideradas jóias da coroa.

. Estão na lista Banrisul, Corsan, CEEE, Badesul, Procergs, Emater, Sulgás. O Daer, superavitário, embora não seja estatal, também é objeto de desejo.

. Na bolsa de apostas existem poucos nomes em circulação, como os de Bona Garcia e Ricardo Hingel para o Banrisul e Flávio Presser para a Corsan. Mas por enquanto é tudo especulação. Sartori tem surpreendido na maior parte dos casos das escolhas. Os nomes dos indicados só começam a vazar depois que os convites são feitos oficialmente.

9 comentários:

Anônimo disse...

O Tarcísio Zimmermann foi um excelente presidente da CORSAN..
chamem ele de volta!

Anônimo disse...

São sete estatais que valem algum troco, podem cobrir o rombo e formar um fundo para as aposentadorias da casta privilegiada gauderia.


Anônimo disse...

Não dá pra privatizar logo estas jostas ?

Anônimo disse...

Emater jóia da coroa??????????? Não sei onde!

Anônimo disse...

TENHO MUITAS DÚVIDAS SOBRE ESTE GOVERNO.

NÃO VEJO NOVIDADES, SOMENTE RAPOSAS FELPUDAS E CORRUPTAS DO PMDB SAINDO DA ESCURIDÃO PARA SE APODERAREM DO GOVERNO.

O PMDB SEMPRE FOI MAU ADMINISTRADOR E, COM INFLUENCIA DOS CORRUPTOS DE BRASÍLIA PODERÁ SER BEM PIOR.

j disse...

Já cinto cheiro de ratos petralhas abandonando o navio, porque a faxina será certamente com muita creolina e devem ser desentocados todos ratos que proliferam nestas estatais. Vai faltar raticidas para uma desratização completa.

Anônimo disse...

Mas o gringo não vai privatizar estes peso-morto?

Anônimo disse...

Privatiza !!!!
Bota essa gentalha toda na rua pra ver se acham algum trabalho, porque emprego e cabide eles já tem...!

Anônimo disse...

Se tiver aquilo roxo já dá um jeito de fazer uma P.P.P. Nós gaúchos agradeceríamos e o Estado poderia cuidar melhor de Segurança, Saúde, Educação.