PMDB veta Cardozo como substituto de Joaquim Barbosa no STF

Caciques do PMDB sinalizaram à presidenta Dilma que, se ela indicar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para a vaga do ministro Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal (STF), a indicação será barrada pelo partido no Senado, que tem a prerrogativa constitucional de analisá-la.

. Maior bancada da Casa, o PMDB tem entre seus próceres alguns dos alvos de ações da Polícia Federal, subordinada à pasta chefiada por Cardozo durante a campanhas eleitorais de 2014.

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, alguns líderes do PMDB já articulam a rejeição a Cardozo, um dos principais cotados para o posto no STF, na sabatina a ser feita pelo Senado – todos “incomodados”, diz o jornal, com ações da PF contra líderes do partido durante as eleições: os senadores José Sarney (PMDB-AP), ex-presidente da Casa, Eunício Oliveira (CE) e Lobão Filho (MA), esses dois últimos derrotados na disputa para governador, respectivamente, de Ceará e Maranhão. Além deles, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, pai do senador maranhense, também trabalha contra a indicação de Cardozo.

5 comentários:

Anônimo disse...

O novo ministro do STF tem que ser o Juiz SÉRGIO MORO.



mjose

Mordaz disse...

Cardoso no STF é uma vergonha e um crime contra a democracia. Um dos três porquinhos de Dilma e ex-presidente do PT assumir uma vaga que requer isenção total. Uma pessoa que se lixa para a falta de ética do partido, amigo de mensaleiros e petroleiros, no mau sentido.

Anônimo disse...

Tarso será o próximo indicado por ela e aí não terão como contestar...

Anônimo disse...

Cardozo no STF e Gleisi Hoffman/Ideli Salvati no TCU ... é assim mesmo, numa cloaca de republiqueta bananeira em que o povaréu ruminante brinca de democracia, os donos do poder se revezam e por isso, mudam as moscas mas a m*** continua ( e continuará ) para todo o sempre, ainda mais numa dinastia petista ...

Anônimo disse...

Sérgio Moro no STF. Impossível. Seria a primeira vez na história do governo Lula/Dilma que alguém seria nomeado por mérito e competência. Isso não acontece no PT. As nomeações são por afinidade ideológica, ou seja, roubar por uma causa maior. Na verdade o que o governo do PT quer é tão simplesmente manter eternamente os seus cargos e o seu poder. Sérgio Moro é um homem competente, culto, com curso no exterior, não combina com os homens de barba do PT, com boina vermelha. Ele iria seguir os seus princípios éticos e morais e não o que o PT ordena. Afinal do Brasil de hoje, se pode tudo, menos ir contra o PT. Além disso, ir contra o PT é o mesmo que ser contra os pobres, e estar trabalhando a favor das elites.
To PT interpreta que seguir