Programe-se: dia 6, prédio 50 da PUCRS, ato público sobre a queda do muro de Berlim

O Instituto de Estudos Empresariais do RS,  IE, está organizando, em parceria com a Fundação Friedrich Naumann e com os Estudantes pela Liberdade, ato público alusivo aos 25 anos da queda do muro de Berlim.

. O evento será dia 6, 18h30min, no auditório do prédio 50 da PUCRS, e contará com palestras de Stefan Traumann (Cônsul Alemão no RS), Joachim Günther (membro do parlamento alemão entre 1990 e 2013), Günther Maihold (Professor da UNAM) e do escritor gaúcho Percival Puggina.

  O editor visitou Berlim antes e depois da queda do Muro.

CLIQUE AQUI para conhecer a história.

7 comentários:

Anônimo disse...

Manda um email prá esses petralhas comunistas bolivarianos, de que o muro de Berlim, caiu há 24 anos, elles não sabem ainda.

Anônimo disse...

ESTIVE LÁ E NÃO É MUITO AGRADÁVEL A VISÃO NEM O AMBIENTE QUE SE VÊ NOS LOCAIS ONDE AINDA HÁ RESTOS DO MURO
NÃO HÁ EM LUGAR NENHUM QUALQUER INFORMAÇÃO SOBRE VISITAR O CAMPO DE CONCENTRAÇÃO QUE É ABERTO AO PÚBLICO
MAS DEVE SER UMA GRANDE VERGONHA E CONSTRANGIMENTO PROS ALEMÃES.
DEVEMOS NOS LEMBRAR SEMPRE O QUE FOI O NAZISMO, COMUNISMO, FASCISMO E TODOS OS GOVERNOS DE EXCESSÃO DITATORIAIS,
LEIA-SE "PARTIDO DOS TRABALHADORES CRIMINOSOS".

Unknown disse...

Pois é... você recebeu as minhas fotos de família ao lado do Muro de Berlim em pé em 1987? Fiz aniversário de 1 ano de idade em Wolfsburg Alemanha na sede da Volkswagen. Minha família viajou até lá em 1987 pago pela Autolatina, em um avião da Luftansa. Tenho fotos de Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Dinamarca, Belgica e tudo mais.

Depois que descobri que o Lula fundou em 1990 o Foro de São Paulo com o mafioso FIDEL e RAUL CASTRO.

Tem que fazer um evento sobre a queda do Foro de São Paulo fundado criminosamente em 1990.

Unknown disse...

O Muro de Berlim caiu, mas a Editora Mir Publisher russa continua vendendo seus livros. Mas vender livros não é comércio e comércio não é capitalismo?

URSS.ru - Магазин научной книги
urss.ru/‎

Os livros da Estatal Russa continua a venda na internet.

Unknown disse...

"ESTIVE LÁ E NÃO É MUITO AGRADÁVEL A VISÃO NEM O AMBIENTE QUE SE VÊ NOS LOCAIS ONDE AINDA HÁ RESTOS DO MURO."

Em 1987 a minha família saiu da Alemanha Ocidental e viajou até Berlim Ocidental. Meu pai me conta que a segurança era pesada. Não podia sair da estrada.

E olha que era executivo da Volkswagen.

Unknown disse...

Até hoje eu quero saber como e que o Lula saiu do Brasil e foi até Roma e se encontrou com o Lech Waleska. Voltou. Fundou o Foro de São Paulo em 1990. E fica tudo por isso mesmo.

Sei lá...

Anônimo disse...

Eu vi o Muro e conheci o outro lado. Ninguém queria correr em direção á Alemanha Oriental, só queriam fugir para a Alemanha capitalista.. coisa estranha, né?
O povo sob o regime da STASI miserável, humilhado e vigiado o tempo todo - lembram de algum país próximo??