Puggina pergunta ao TSE, em tom de fúria: "Que diabo de eleição foi essa ?

No artigo que publicou hoje no seu blog, Percival Puggina vai logo advertindo que resolveu escrever sobre fato novo, valendo-se de notícias velhas.

. Leia tudo:

 Não faz um ano, nem dois, nem três, que os meios de comunicação e as redes sociais vêm divulgando análises técnicas independentes, estudos elaborados em universidades, opiniões de juristas, alarmantes experiências feitas por hackers e insistentes alertas de que o sistema de votação utilizado no Brasil é vulnerável e de que a transmissão de dados via internet também não proporciona segurança. É insistentemente dito que essas deficiências fazem com que o sistema usado em nosso país seja refugado por muitos outros. Salta aos olhos mais desatentos que um sistema de votação que não permite recontagem tem um gravíssimo e imperdoável pecado original.

Mais recentemente, após recusas em submeter o sistema a auditorias independentes, chegam às redes sociais notícias de urnas não zeradas no início da votação e de disparidade entre os resultados médios das seções com identificação digital e as seções com identificação documental em situações análogas. E por aí vai. É possível que o clima de desconfiança se nutra, também, de informações falsas. Mas as informações falsas só transitam graças à desconfiança propiciada, de um lado, pela inconfiabilidade do sistema e, de outro, pelas eloquentes insinuações de Dilma e de Lula sobre o que seriam capazes de fazer para vencer.


Não se trata de uma desprezível e deselegante inconformidade com a derrota. Eu não me prestaria para esse papel. Trata-se de algo grave, a cobrar posicionamento dos cidadãos que se sentem civicamente responsáveis. Instala-se, no país uma pesada suspeita sobre a higidez e a invulnerabilidade do sistema, conduzindo à incertezas sobre a legitimidade dos mandatos saídos das urnas dos dias 5 e 26 de outubro.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

14 comentários:

Unknown disse...

Boa noite!

Polibio assisti o teu comentário de hoje dia 30, sobre o não questionamento do PSDB sobre o resultado da eleição, entretanto sai na folha de hoje que o partido pediu auditoria da eleição junto ao T.S.E, mas ainda fica a dúvida, será que pediram só não ficarem de saia justa com os seus eleitores?, eu emparticular acho que não vai dar em nada, o governo tem maioria na Justiça, fica o link para você.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1541043-psdb-pede-ao-tse-auditoria-especial-no-resultado-das-eleicoes.shtml

abraço

Fernando Dutra

FAÇANHA, o advogado do povo disse...

Cuidado, podem descobrir que a derrota do Aécio seria maior do que apareceu na apuração. Mexer nesse assunto de urna eletrônica, só por medida legislativa que restaure o sistema cedular, ficando igual ao que era aqui e que continua sendo em todo o mundo; a "urna eletrônica" é produto da preguiça de contar votos, sistema que exaure os barnabés da justiça eleitoral!

Anônimo disse...

SOU LEIGO NO ASSUNTO. POR MUITAS VEZES FIZ AQUI DENUNCIAS QUE OUVIDAS DE EXPERTS NO ASSUNTO CONFIRMAVAM O FATO ATUAL: URNAS ELETRONICAS SÃO POSSÍVEIS DE FRAUDAR. OS ALEMÃES E OS AMERICANOS NÃO QUERIAM NEM OUVIR FALAR POR SABEREM QUE É POSSÍVEL DE FRAUDE TODO O SISTEMA.

AGORA ME PROVEM QUE EU ESTAVA ERRADO QUANDO DENUNCIEI QUE SERIA UMA ELEIÇÃO ROUBADA.

O PT ROUBA SEMPRE.

Anônimo disse...

Coitado do Percival Puggina, mais um incauto ou desavisado católico fisgado pelo herege católico e "filósofo" Olavo de Carvalho para a seita Anti-PT.

Anônimo disse...

Outro chororo de perdedor e ainda diz que não se trata despresivel e deselegante inconformidade com a derrota entäo o que é seu CC jubilado da assembleia sem concurso publico advindo da ditadura ex arena pds hoje demo conta outra Percival Puggina

Unknown disse...

Diante de tantas denúncias de irregularidades praticadas no último processo eleitoral sinto que fui logrado...

Anônimo disse...

Poh gente é menosprezar a inteligência de quem não recebe o Bolsa-Família e o Minha Casa Minha Vida. Alguém têm alguma dúvida que tem dedo do PT não só nessa eleição mas em muitas outras tb?

Anônimo disse...

eu ja disse aqui e repito, posso perder mil vezes, mas em todas elas eu quero ter certeza absoluta de que perdi de verdade...

Luiz Vargas disse...

"Salta aos olhos mais desatentos que um sistema de votação que não permite recontagem tem um gravíssimo e imperdoável pecado original".

Está aí o caminho da pedras que pode dar origem a mutretas sem que se possa identificar as digitais da PaTas de que as PraTicou.

NEWTON disse...

E não podemos desprezar o fato de que o presidente do TSE nestas eleições, foi ninguém mais ninguém menos que a "figura" do Dias Tofoli, advogado de José Dirceu nas primeiras denúncias do mensalão, que alçado a ministro do STF ( mais uma excrescência de ato por si só ) não se sentiu impedido de julgar o próprio José Dirceu. "Figurinha" com este caráter sendo expoente máximo de "eleições isentas", onde? Bem, tirando Cuba, Irã, Venezuela, e outros assemelhados, AQUI NO NOSSO BRASIL.

Anônimo disse...

Achei que o Puggina já tinha morrido.

Anônimo disse...

Senhor Jornalista.
Segundo entendi,em razão de notícias veiculadas em jornais, algumas pessoas, responsáveis pela divulgação do resultado do pleito foram mantidas incomunicáveis até o momento do mesmo. Imagino que tais pessoas eram de confiança da Presidência do TSE, cujo titular é manifestamente petista. Só gostaria de saber se havia no local representantes do PSDB e PT para fins de fiscalização, sob pena de descrédito total do resultado da apuração.

Anônimo disse...

No passado, o Percival Puggina era tragável, mas hoje...

Mais um incauto ou desavisado católico fisgado para a seita Anti-PT.

Saia dessa, Puggina.

Anônimo disse...

O Puggina está irreconhecível! Ele ainda se ACHA católico, será? Afinal, um coerente católico apostólico romano não vota em candidatos de partidos socialistas, sejam do PT, sejam do PSDB et caterva.

Espero que ele saia dessa incoerência. Coerência é tudo.