JP Morgan prevê mais três tranches de 0,25% na taxa Selic até março

O banco JP Morgan enviou esta tarde uma nota aos seus clientes Premium, avisando que novos aumentos das taxas de juros podem ser esperados para os próximos meses, o que elevaria o total até o limite de 112% em março. O editor teve acesso a uma cópia.

. Leia:

Após a inesperada divulgação do aumento da Taxa Selic de 11% para 11,25% ontem, a equipe de análise do JP Morgan decidiu revisar sua projeção para a taxa de juros brasileira. Esperamos agora três aumentos consecutivos de 0,25% na Taxa Selic nas próximas reuniões do Copom, levando a mesma para 12% em março de 2015. A decisão do Copom de subir os juros na reunião desta semana se deu pelo nível mais alto do Dólar em relação ao Real e a conseqüência negativa disso na inflação, que segue ao redor do topo da meta estipulada pelo Banco Central (6,5%). Devido a esse cenário desafiador para a economia do país, no qual as agências de rating vêem um rebaixamento da nota brasileira (perda do Invesment Grade) como uma possibilidade real, estamos diminuindo a projeção do PIB de 2015 de 1,5% para 0,6%.


Seguimos com uma visão cautelosa na alocação de nossos portfólios, preferindo investimentos em ativos de baixo risco (indexados ao CDI) e atrelados ao dólar.

2 comentários:

Sérgio Leite disse...

Independentemente do que você pensa ou não pensa sobre Putin (como o sol e a lua, eles não existem apenas para você cultivar uma opinião), este é provavelmente o discurso político mais importante desde o discurso de Churchill a "Cortina de Ferro" em 05 de março de 1946.

Neste discurso, Putin mudou abruptamente as regras do jogo.

Leia mais: http://forum.antinovaordemmundial.com/Topico-de-putin-para-as-elites-ocidentais-o-tempo-do-jogo-acabou#ixzz3HembQnlI

Anônimo disse...

O que me interessa e quando meu Filho nascer direi a ele : voce nao precisa estudar , ja nasceu medico . Viva as cotas raciais