Gramado teme novo colapso dos serviços públicos neste feriadão de 1o de Maio

Neste feriadão do 1º de maio no RS, o maior temor é o das autoridades de Gramado, porque existe a ameaça de nova visitação em massa, ocasionando colapso total nos serviços públicos, com ênfase para o trânsito e até abastecimento de água.

. Como ocorreu na Páscoa.

. Quem tiver juízo, fugirá de Gramado no feriadão. 


8 comentários:

Anônimo disse...

Só para refletir. Jurerê Internacional e o Tradicional já estão com preços/m2 de apartamentos inferiores a Porto Alegre o que, há 2 anos atrás, seria impensável.

Alberto/NH/CAOS disse...

E quem puder evite também de visitar Novo Hamburgo "Capital do Calçado" pois aqui bandidos estão pulando o muro do Presídio, pegando taxis e assaltando na cidade. Depois voltam p/ cadeia! Detalhe: o Batalhão da PM fica na frente. Quem duvidar é só ver as imagens no site do Jornal NH de hoje...(30/04).

Anônimo disse...

Pede para o Governo Federal ajudar na infraestrutura,ele ajuda Cuba,Bolívia,Angola,Moçambique,Uruguai,Paraguai,Argentina,Venezuela etc...Por que não ajudar Gramado?

Anônimo disse...

Gramado é um centro turístico caríssimo, e não chega aos pés de Campos do Jordão localizado na serra da Mantiqueira paulista,
na altura de 1628 ms.; é o município brasileiro mais ao alto.
Financeiramente, mesmo com o deslocamento ar-terra, sai mais em conta; é mais bonito, mais pitoresco.

Anônimo disse...

Nova Petrópolis estava legal. Gramado um inferno.

Anônimo disse...

ê farofagem.

Anônimo disse...

Estive conversando com alguns pequenos lojistas de Gramado e os mesmos reclamaram dos "farofeiros" que vão passar o dia lá e levam até lanche para comer e realmente não consomem UMA coca-cola. Perdeu o charme de uma cidade tranquila para passear e transformou-se numa grande praça onde as famílias (imensas, por sinal) vão passar o dia. Realmente não era o que Gramado precisava, baixar até este nível. Porém creio que isso é resultado dos altos valores cobrados nos restaurantes e cafés da cidade. Os hotéis ainda mantém certo preço "justo"... vão acabar com a galinha dos ovos de ouro, que o Sr Horst Wolk tanto lutou. A Prefeitura estuda a proibição da circulação de ônibus no centro da cidade, a fim de melhorar a mobilidade.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.