Empresas de ônibus anunciam corte de salários, cancelamento do plano de saúde e possíveis demissões em Porto Alegre

 O Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre resolveu recrudescer e anunciou esta tarde duas retaliações contra os rodoviários em greve:
1)  Corte do ponto de todos, com o desconto imediato dos dias parados, o que já atinge todo o efetivo no salário de janeiro.
2)  Corte do plano de saúde para todos os empregados.

. Os empresários de ônibus informaram que as restrições são decorrentes do caráter ilegal da greve, conforme decisão já prolatada pela Justiça.

. O sindicato empregador também analisa a proposta de demissões dos grevistas e contratação de novo pessoal, mas isto não foi decidido até o momento. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Excelente, assim vamos separar o joio do trigo dentro das empresas. Bons motoristas cobradores serão beneficiaods e os mamadores, trampeiros, maus motoristas e mal educados sairão do mercado. Me propus e a partir de agora o farei que, cada vez que pegar um ônibus e reparar em algo "incomum" ocorrendo , falta de educação ou má direção, comunicarei via SMS a EPTC para fazer uma limpa. Nunca houve e não mais haverá uma greve tão canalha, tão opressora aos trabalhadores de verdade (nada a ver com o partido que se travestiu de bonzinho para enganar os trabalhadores). Agora, com temperatura de mais de 36ºC vejo pessoas passando caminhando extenuadas e demolidas por não terem transporte.

Anônimo disse...

Se não doer no bolso, a greve será uma passeio para os rodoviários. Tem que descontar os dias parados e demitir. Pode ter certeza, com essa ameaça, trabalhadores voltarão rapidinho ao trabalho.

Anônimo disse...

Qual é o SMS da EPTC para denúncias?

Anônimo disse...

Demorou pq a greve éra comluio das empresas e sidicatos para aumentar a passagem dos onibus.

Anônimo disse...

O maior foco da greve é a Carris, o que acontecer lá os outros "sindicalistas" seguem.
Quero ver, PAGO PARA VER, o Fortunati ter peito para demitir os baderneiros da Carris.
Não vai sequer descontar os dias parados, vão receber para ficar causando prejuízos para a sociedade.

Anônimo disse...

Não sei o SMS, mas entrando no endereço abaixo aparece um pequeno formulário para fazer reclamações dos serviços de ônibus. Também pode ser pelo fone 156.

http://www.eptc.com.br/eptc_118/reclamacoes.asp?cdRec=4