Folha diz que Ministro Padilha fez contrato com ONG do próprio pai

Pais & Filhos: vale tudo na república do PT.



O ministro da Saúde ocupou ontem a noite uma rede nacional de TV para fazer propaganda eleitoral antecipada, sob o pretexto de falar sobre assuntos da sua pasta. O uso indevido e despudorado de redes de TV por parte de Dilma e dos seus ministros é abusivo e escandaloso.

No final do ano passado, o ministro da Saúde, que deve deixar o cargo ainda esta semana para se dedicar à pré-campanha ao governo paulista pelo PT, assinou convênio com uma ONG fundada pelo pai, Anivaldo Pereira Padilha. As informações são da Folha de S. Paulo e o texto final desta nota é do site www.brasil247.com.br . O contrato com a ONG Koinonia-Presença Ecumênica e Serviço é de R$ 199,8 mil e prevê, até dezembro, a capacitação de 60 jovens e a formação de outros 30 sobre como evitar e tratar doenças sexualmente transmissíveis, como Aids. Segundo o jornal, apesar de a entidade ter representação no Rio, em Salvador e em São Paulo, o projeto que conta com verba do Ministério da Saúde será executado somente na capital paulista, estado em que Alexandre Padilha será candidato (leia aqui).

. Anivaldo nega qualquer irregularidade e diz que, desde 2009, não exerce função nas instâncias de decisão da entidade.

. O Ministério da Saúde informou que o convênio atendeu a critérios técnicos e que o processo de análise seguiu regras estabelecidas pela administração pública.

7 comentários:

Anônimo disse...

E se gue a sem-vergonhice com o dinheiro público.

Oswald disse...

Claro. Critérios técnicos. Paulistas creditem nisso.

Anônimo disse...

PADILHA "O COVARDE" que também tira proveito do dinheiro publico para fazer campanha politica antecipada.

Se BOM MÉDICO ele fosse deveria ir trabalhar no programa que ele criou "MAIS MÉDICOS" e ir para o interior, pode ser qualquer Estado, mas de passagem poderia ficar uns 30 anos no interior da Amazônia.

Anônimo disse...

Por razões políticas, Folha criminaliza ONG fundada por Betinho e Rubens Alves

Do Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informa que desde 1999 a Organização Não Governamental (ONG) Koinonia desenvolve projetos determinados pela pasta em editais públicos. Desde 2011, a ONG participou de pelo menos quatro seleções de projetos do Ministério, sendo desclassificada em dois deles.

Em 2011, a entidade assinou Termo de Cooperação dentro de edital para eventos, para a promoção do Seminário “Fortalecendo laços: Seminário Regional Inter-Religioso de incentivo ao diagnóstico precoce ao HIV”, no valor de R$ 60 mil, realizado nos dias 29 e 30 de outubro de 2011.

Em 2012, a Koinonia submeteu proposta para a realização de projeto “Reafirmando os direitos das pessoas que vivem com HIV Aids nas comunidades religiosas” no valor de R$ 60 mil. No ano seguinte, 2013, a ONG encaminhou novo projeto para a promoção do “II Seminário Regional Inter-Religioso de incentivo ao diagnóstico precoce ao HIV”, com custo previsto em R$ 70 mil. No entanto, a Organização não venceu nenhuma dessas duas seleções.

Ainda em 2013, a ONG submeteu projeto atendendo a publicação de edital no Diário Oficial da União. A proposta deu origem ao convênio 796812/2013, firmado em dezembro do ano passado, no valor de até R$ 199,8 mil. A aprovação dos projetos acima mencionados só foi possível após a comprovação de capacidade técnica da entidade em atender exigências e requisitos estabelecidos nos editais e nos processos de seleção.

Segundo informações prestadas pela Koinonia, a entidade é uma instituição sem fins lucrativos e conta com 20 anos de experiência nas áreas de saúde, combate ao racismo, direitos civis e humanos e liberdades religiosas. Tem entre seus fundadores o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, o escritor Rubem Alves e o educador Carlos Brandão.

Ainda de acordo com documentação da entidade, durante esses 20 anos, a Koinonia firmou convênios, parcerias e contratos de cooperação com organismos internacionais - Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), União Europeia, Ford Foundation (EUA), Christian Aid (Reino Unido), Church World Service (EUA), Conselho Mundial de Igrejas (Suiça), Igreja Unida do Canadá, Igreja Anglicana do Canadá, ACT Alliance, Igreja da Suécia, Canadian Foodgrains Bank, Norwegian Church Aid, entre outros.

A Koinonia informou que o senhor Anivaldo Padilha é associado da entidade e exerceu a função de Secretário de Planejamento e Cooperação entre 01 de janeiro de 2007 e 25 de setembro de 2009. Ocasião em que - por carta à entidade – solicitou afastamento das funções tendo em vista que o ministro Alexandre Padilha assumiria a Secretaria de Relações Institucionais (SRI), com o objetivo de cumprir o que determina a legislação e evitar conflito de interesse com o Poder Público.

Por fim, é importante esclarecer que o processo de análise das propostas de convênios encaminhadas e aprovadas pelo Ministério da Saúde segue sempre a mesma forma: após cadastrada, ela é analisada pela área técnica responsável quanto ao mérito e, posteriormente, pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS) quanto aos aspectos técnico-econômico.

Anônimo disse...

SE O PREFEITO FORTUNATI TEM A MULHER NUMA SECRETARIA, DEVE SER NORMAL O PADILHA INVESTIR NA ONG DO PAI, NÃO LEMBRO, MAS CERTA VEZ UM POLITICO DISSE QUE A PESSOA MAIS CERTA PARA OCUPAR UM CARGO DE CONFIANÇA SERIA SUA ESPOSA.



EDUARDO MENEZES

ALMIR OLIVEIRA disse...

POLÍBIO.
VIVEMOS UM PERÍODO NEFASTO, ONDE O PIOR QUE UM REGIME POLÍTICO DA MAIS BAIXA CATEGORIA PODERIA ACONTECER, ESTÁ EXPLICITAMENTE NA ORDEM DO DIA.
PADILHA VAI TOMAR UMA SURRA POR PARTE DO ATUAL GOVERNADOR, QUE VAI TER QUE SUMIR NO MAPA.
O LULISMO E O DILMISMO DEVERÁO ESTAR, TAMBÉM, EM JULGAMENTO, AQUI EM SÃO PAULO.

Anônimo disse...

Será que se cavar mais vai encontrar mais minhoca?Por quê será que muitas ONGs estão com parentes de políticos?Será que eles tinham antes do político estar no poder ou tinha as ONGs muito tempo antes dos políticos entrarem para a política.Tornou-se político por que fazia trabalhos sociais ou faz trabalhos sociais depois de tornar-se membro do poder?Taí uma boa pergunta.