Projeções são de recuo de 0,3% no PIB do terceiro trimestre. PIB do ano crescerá apenas 1,4%.

O editor antecipou esta semana as previsões dos economistas do Banco Itaú, prevendo recuo de 0,3% no PIB do terceiro trimestre, projeção que agora é confirmada pelos demais bancos. Na terça-feira o IBGE divulgará as Contas Nacionais Trimestrais. Os números indicam que o PIB deste ano será muito ruim, já que ninguénm espera forte reação no quarto trimestre. Previsões da Leandro & Stormer, feitas para o editor, estimam que o PIB deste ano avançará rizíveis 1,4%. Leia reportagem sobre o assnto de Arícia Martins e Tainara Machado, jornal Valor desta sexta-feira:

Uma conjunção de fatores negativos na virada do semestre provocou uma tempestade “quase perfeita”, ainda que de pequenas proporções, que interrompeu a trajetória de recuperação gradual da economia brasileira no período de julho a setembro, segundo economistas. Para eles, a forte crise de confiança que se abateu sobre empresários e consumidores paralisou investimentos e afetou negativamente a indústria, levando o Produto Interno Bruto (PIB) a recuar na passagem do segundo para o terceiro trimestre.
De acordo com a média de 18 consultorias e instituições financeiras ouvidas pelo Valor Data, o PIB brasileiro caiu 0,3% no terceiro trimestre, na comparação com o segundo, feitos os ajustes sazonais. O número representa forte desaceleração em relação à alta de 1,5% observada entre abril e junho. As estimativas para o desempenho da atividade econômica no período vão de retração de 0,5% até estabilidade. O IBGE divulga as Contas Nacionais Trimestrais na terça-feira.

CLIQUE AQUI para ler tudo 

3 comentários:

Anônimo disse...

Não tem problema. No ano que vem eles corrigem o crescimento para 2,4% , como vem fazendo sistemáticamente.

Justiniano disse...

Pibinho raquitico, puapérrimo, enquanto as economias de Chile, Colômbia e Peru bobando, qual a diferença lá não tem governo populistas, como é o caso da quebrada Venezuela, e indo para o poço a Argentina, e parece que aqui a coisa já mostra sinais claros de estagnação.
Aqui a Fazenda manda frear e o BC manda acelerar, como resultado a economia está parada.
O deficit primário tende a aumentar no final desta ano, pois mesmo com dolar mais alto aumentou a importação de bens de consumo.

Anônimo disse...

Mas o que petista sabe administrar?Esperar o quê?Milagre?Gastar neorônios,viver 24 horas por dia pensando no problema para ser resolvido dá muito trabalho,isso não é do DNA petista.