Artigo, Antonio Prata - Guinada à direita

Escritor, autor de livros de contos e crônicas, inclusive “Meio intelectual, Meio de Esquerda”, Antonio Prata lembra no seu artigo a seguir, publicado na Folha, que há uma década, escreveu um texto no qual se definia como "meio intelectual, meio de esquerda". Leia tudo (nestes trechos disponíveis na capa, o artigo foi editado, mas no link encontra-de a versão completa):

Não me arrependo. Era jovem e ignorante, vivia ainda enclausurado na primeira parte da célebre frase atribuída a Clemenceau, a Shaw e a Churchill, mas na verdade cunhada pelo próprio Senhor: "Um homem que não seja socialista aos 20 anos não tem coração; um homem que permaneça socialista aos 40 não tem cabeça". Agora que me aproximo dos 40, os cabelos rareiam e arejam-se as ideias, percebo que é chegado o momento de trocar as sístoles pelas sinapses.

. Como todos sabem, vivemos num totalitarismo de esquerda. A rubra súcia domina o governo, as universidades, a mídia, a cúpula da CBF e a Comissão de Direitos Humanos e Minorias, na Câmara. O pensamento que se queira libertário não pode ser outra coisa, portanto, senão reacionário. E quem há de negar que é preciso reagir? Quando terroristas, gays, índios, quilombolas, vândalos, maconheiros e aborteiros tentam levar a nação para o abismo, ou os cidadãos de bem se unem, como na saudosa Marcha da Família com Deus pela Liberdade, que nos salvou do comunismo e nos garantiu 20 anos de paz, ou nos preparemos para a barbárie.
(...)
Peço perdão aos antigos leitores, desde já, se minha nova persona não lhes agradar, mas no pé que as coisas estão é preciso não apenas ser reacionário, mas sê-lo de modo grosseiro, raivoso e estridente. Do contrário, seguiremos dominados pelo crioléu, pelas bichas, pelas feministas rançosas e por velhos intelectuais da USP, essa gentalha que, finalmente compreendi, é a culpada por sermos um dos países mais desiguais, mais injustos e violentos sobre a Terra. Me aguardem.

CLIQUE AQUI para ler a versão integral. 

9 comentários:

Anônimo disse...

Totalitarismo de esquerda a mídia?
Esse sujeito não mora no Brasil. Há mais de dez anos que TODA a mídia brasileira tenta derrubar o PT e não consegue.

Anônimo disse...

Ele foi irônico, Políbio... É da ''turna de lá'', das trevas vermelhas, tentando ser engraçadinho.

Anônimo disse...

Políbio, ou vc não leu todo o texto da coluna do Prata ou não entendeu. Qualquer análise não muito aprofundada evidencia que trata-se da mais pura e profunda ironia. Se em algum momento vc pensou que expressasse a real opinião do autor, lamento informar-lhe que está completamente equivocado.

Anônimo disse...

Mais um adendo, o autor do texto NÃO é o Mário Prata, e sim Fernando Prata.

Anônimo disse...

Caso se trate de ironia, o autor terá incorrido na falácia denominada pelos antigos de "ignoratio elenchi", vale dizer, provando exatamente o contrário daquilo que defendia. É aquilo: brincando... brincando... o cachorro papou mãe. Jamais ouvira falar do autor das linhas publicadas. Esperemos para ver de quem se trata...

Anônimo disse...

Polibio! Esse artigo é uma fina ironia do autor. Ele continua com as mesmas convicções a esquerda de sempre.

Anônimo disse...

Primeiro, é o Antonio Prata, não o Mário Prata. Segundo, claramente é uma ironia. Terceiro, não esperava outra coisa do editor que não entender um ironia.

Anônimo disse...

Até na ironia a esquerda não deixa de ser fascista, querem o controle de todos e o linchamento daqueles que não concordam com seu totalitarismo populista bananeiro bem viralata, sem o menor pudor.

Unknown disse...

Esse cara atirou com chumbinhos e acertou no fígado de todos eles, aqueles que sempre nos querem orientar no caminho do bem, e nos retornar a "diritta via smarrita"; e alguns nem acusaram o golpe.