Governo vai bancar duplicação de rodovias federais que serão privatizadas no dia 18

- Na mão inversa do governo do RS, que reestatiza rodovias que não constrói,não melhorou e nem consegue conservar, o governo federal privatiza estradas, investe seu próprio dinheiro em duplicações e topa novos pedágios. 

Em três dos nove lotes que serão oferecidos à iniciativa privada, a duplicação não será toda bancada pelas empresas O governo federal vai duplicar, com recursos públicos, 682,6 km de rodovias para os consórcios que vencerem os leilões de concessão que começam no dia 18. 

. O objetivo da medida é baratear tarifas de pedágio. Ainda assim, os editais preveem praças onde o usuário desembolsará até R$ 12, como é o caso de um ponto na BR-101, na Bahia. Na reta final antes do início dos leilões de rodovias, marcado para 18 de setembro, aumentam as pressões sobre o governo para alterações de última hora.

Pedágios. Há duas semanas, parlamentares do Espírito Santo estiveram com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para pedir mudanças no leilão. Eles reclamam da cobrança de pedágios de R$ 9 e R$ 9,70 em duas praças na BR-262, num trecho que será duplicado com recursos públicos, do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e depois entregue aos concessionários. Os capixabas querem que as tarifas sejam menores. A ministra ficou de dar uma resposta.

Duplicação total. A proposta da Anut é que o governo faça em todos os 7,5 mil km a serem concedidos o que está fazendo só em alguns trechos: duplicar com recursos públicos. Depois, as rodovias seriam entregues aos concessionários, que cuidariam da manutenção e conservação. Nesse desenho, as tarifas seriam 50% mais baixas. Baldez reconheceu, porém, que será difícil convencer o governo a atrasar novamente os leilões.

5 comentários:

Anônimo disse...

Como sempre o estado banca a obra e o setor privado leva o lucro, através dos pedágios.

Anônimo disse...

Acho que o Alkmin tem muito que ensinar para esses petistas de plantão.A concessionárias de São Paulo estão ampliando as rodovias constantemente, está em contrato de licitação.

Anônimo disse...

7.500 km a serem concedidos com duplicação em 682Km. Parece que já vi este filme no Duplica RS. Só que os petralhas não permitiram. Claro prá eles sempre é melhor atrapalhar os governos de partidos adversários. Ainda não entendi porque o povo não percebe isto. Só podem ser otários.

Anônimo disse...

Manda as concessionárias fazerem a duplicação anonimo das 21:28 aí sim é que nós nunca mais na vida veremos a estrada duplicada, afinal as concessionárias são sanguessugas, elas só entram na parada depois que está tudo feito pelo governo, aí istalam o pedágio e começam a ter lucros. E o governo, ou seja, nós ficamos coms os prejuisos, ou seja, depois de pagar para fazer as estradas ainda temos que pagar pedágio.

Luiz Vargas disse...

O cachorrão e o Truta foram consultados sobre este disParaTe?