Manuela manda carta desculpando-se e solidarizando-se com os judeus de todo o mundo

Somente agora, quinta-feira, dia 19 de julho, depois de insistentes cobranças feitas pelo editor, a deputada comunista Manuela D’Ávila respondeu a carta que lhe enviou o presidente da Conib, Claudio Lottenberg, que buscou saber a posição da comunista diante do artigo publicado no jornal do PCdoB pelo seu secretário de Comunicação, José Reinaldo Carvalho. O secretário atacou duramente os judeus, defendendo o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad. Ele escreveu no jornal do Partido.

. Na resposta, Manuela D’Ávila “repudia” os termos do artigo do secretário de Comunicação e lembra episódios em que os comunistas estiveram ao lado dos judeus, ressaltando dois episódios da história:

1) O fato de que Karl Marx, o ideólogo do comunismo, era judeu e filho de rabino (Marx repeliu sua formação religiosa judaica e formulou o conceito do materialismo histórico e dialético).

2) A aliança com os judeus na antiga URSS, na luta contra os nazistas (Stalin sempre perseguiu os judeus e só fez a guerra depois que Hitler desrespeitou o Pacto Molotov-Ribentropp, que selou a aliança entre os dois bandidos).

. A candidata do PCdoB prometeu introduzir o ensino do Holocausto nas escolas de Porto Alegre, ignorando que isto já existe (o projeto, aprovado pela Câmara, é do vereador Valter Nagelstein).

CLIQUE AQUI para ler o artigo ofensivo do PCdoB
CLIQUE AQUI para ler a carta da Conib.
Clique na imagem acima para ler a carta de Manuela.

17 comentários:

Anônimo disse...

Desculpa deputada. Até que posso acreditar na sua sinceridade de candidata. Mas, o que quero saber é a sua opinião sobre o presidente do Irã e a política externa daquele país. O que quero saber da senhora é o que foi dito para os seus colegas do PCdoB. O que quero saber é sobre as providências que serão tomadas pelo partido em relação ao autor e aos militantes que compartilham da visão expressa pelo editor do Vermelho. Não sou judeu, sou apenas um cidadão que abomina toda forma de totalitarismo, seja vermelho ou azul.

carla disse...

mas e falsa demagoga cinica......

Anônimo disse...

Êta partidinho!
Eles se contradizem dentro da própria ideologia.
Não querem transparecer, mas não podem negar que são COMUNAS, COMUNISTAS!!

Anônimo disse...

o que os comunas não fazem para ganhar uma eleição...

so falta mesmo eh os judeus gaúchos acreditarem nesse papelucho...

estilo a búlgara, que antes das eleições era favorável ao aborto...

bastou dizer que não era mais - e nem foi isso que ela disse - que muito católico e evangélico deixou-se engabelar...

Mordaz disse...

Marx não era filho de rabino. O seu pai que era. Na verdade o pai de Marx se converteu ao cristianismo para favorecer os negócios de advocacia. Marx ataca os judeus na "Questão judaica". Também os comunistas não se juntaram aos judeus, mas tiveram que tratar da própria sobrevivência depois do Pacto que permitiu a invasão da Holanda e da França enquanto a Rússia fornecia suprimentos e guardava a retaguarda da Alemanha. Foi Hitler quem traiu Stalin, e não Stalin que traiu o pacto. Olga Benário, agente soviética, podia ter sido solicitado sua liberdade, nesta época de troca de beijos e suprimento, mas Stalin não moveu um palha por ela.

Mordaz disse...

Em vez de propor o ensino do holocausto, que sempre existiu no Brasil, deveria mandar uma carta de repúdio ao escritor anti-semita e a direção do seu partido por ter publicado tal agressão.

Igor W disse...

Depois q viu q a coisa ficou preta p o lado dela. Igor

Anônimo disse...

He he ela quer ensinar "o" holocausto, não sobre o. Ou seja, ela vai mostrar aos portoalegrenses o que é votar em comuna... esperem pra ver. A rbs que se antene ou será varrida como empresa capitalista judaica non grata.

Anônimo disse...

É impressionante o que fazem os candidatos. Alguns, ateus e materialistas, nesta epoca frequentam com a maior cara de pau templos religiosos, procissões, cultos, tentando mostrar aos desavisados o que na realidade não são, religiosos. Haja estomago.

Mordaz disse...

Outra barbaridade que Manoela escreve é que Marx era "filho de rabinos", no plural. Seria um fenômeno da natureza que dois homens pudessem gerar um filho, mesmo os dois sendo rabinos. A mulher do Rabino não é rabina. Quando Marx nasceu seu pai já tinha entrado no luteranismo.

Anônimo disse...

"Porque o comunista sabe que precisa mentir, mentir e mentir, para defender suas ideias na guerra de interesses.
Diferente do cristão que busca a verdade, o comunista, o socialista, o simpatizante do pensamento marxista, busca apenas seus interesses e a mentira é meio válido se repetida várias vezes até ser aceita como verdade."
Padre Paulo Ricardo

Anônimo disse...

Agora só falta o Fortunati se retratar do convenio que ele assinou com Teerã, conforme noticiado dia 12 de julho, pag 8, pelo Correio do Povo!

Aliás caro Polibio, falta tambem esta noticia ser divulgada por este tão qualificado site!

Anônimo disse...

Os judeus foram escorraçados na União Soviética e Rússia COMUNISTAS, tratados da pior forma possível.

Eram acusados pelas mazelas do COMUNISMO REAL e pelas bandalheiras perpetradas até mesmo pelos czares que admiravam o Rasputin, que era notório praticante e defensor de orgias e putarias entre a elite soviética.

Inclusive, Rasputin traçava sistematicamente a esposa de um dos czares, com seu membro de 27 cm. Até que foi morto, após 3 tentativas.

A esquerda não é mesmo muito chegada em mulher, pelo visto neste fato e em vários outros ao longo da história.

Anônimo disse...

ela devia propor o ensino nas escolas dos atos terroristas praticados na ditadura por muitos dessa turma que hoje esta no poder e faz um pe-de-meia graças a democracia, que eles tanto detestam...

que tal ensinar as nossas crianças nas escolas quem era quem nas organizações terroristas de esquerda?

se tem foto de "gente" sendo interrogada feito uma coitadinha, deve haver fotos de "gente" com trabuco na mão...

Anônimo disse...

ah, pelo vídeo, parece que o Polibio acreditou que a comunista eh "fã" dos judeus...

a carta eh tao ridícula que chega a esse ponto de babaquice total...

judeus não querem fãs, querem respeito..

Anônimo disse...

e quanta merda ha nessa carta!

os comunistas construindo um mundo de harmonia???

kkkkkkkkkkkkkk...

bota harmonia nisso, basta ver os milhoes de mortos que deixaram pelo mundo afora...

a turma do Khmer Vermelho entao, eita gente que gostava de uma harmonia e justiça social...

progresso?

kkkkkkkk...

deve ser aquilo que ha em Cuba, onde carros de 1960 são o que ha de mais modernos nas ruas de Havana...

a cartinha parece redação de estudante de segundo grau....

Anônimo disse...

DEMAGOGA!!!!!