Guaidó convoca manifestações anti-Maduro para 1o de maio

O presidente da Assembleia Nacional e nomeado por ela para o cargo de presidente da Venezuela, Juan Guaidó, convocou novas manifestações contra o governo narco-comunista de Maduro.

Será no dia 1o de maio.

3 comentários:

Anônimo disse...

O Maduro vai cair porque já está realmente maduro para cair.

Agora, esse Guaidó é um FDP, vende a mãe e os filhos em troca de um cargo.

Pobre povo venezuelano!

Interessante a quantidade de canalhas que procuram a política.

Anônimo disse...

O "presidente" da direita-golpista Juan Guaidó já perdeu o trem da história...primeiro, por ser um mero fantoche dos interesses norte-americanos nesta área rica em petróleo e estratégica para a hagemonia dos EUA na América Latina. Segundo, por não ter diferença alguma no estilo caudilhista e corrupto de governar do seu rival Maduro. Ou seja, os venezuelanos trocariam seis por meia dúzia..E a Democracia? Só pode ser ingenuidade, mau-caratismo ou brincadeira de mau gosto acreditar que Guaidó, apoiado pelos "marines" num Golpe de Estado, faria a democracia voltar à Venezuela. Ademais, Maduro hoje conta com apoio da China e da Rússia, que estão se metendo na América assim como os yankees se metem na Síria, na Ucrânia, nas Filipinas, Taiwan, Japão, Coreia, Iraque, enfim, em todos os países com os quais possam estrangular qualquer tentativa dos chineses ou russos de confrontar a sua hegemonia mundial, que a cada década do século XXI têm se mostrado cada vez menos poderosa. Tivessem aprendido como o Império Romano durou tanto tempo, os anglo-saxões talvez não estivessem nessa situação.

Anônimo disse...

Quando é que este louco baderneiro vai para de atrapalhar a Venezuela?