Artigo, Renato Sant'Ana - A perda do feminino

Uma garota de 11 anos, durante o recreio na escola (na periferia de Porto Alegre, foi posta a nocaute. Quem a agrediu? Quem a espancou até fazê-la desmaiar?
          
Pois ela foi agredida por um grupo de três meninas. Sim, meninas! Uma atacou por trás, sorrateira, puxando-a pelos cabelos para que a líder da gangue (mais alta e mais forte) começasse a esbofeteá-la. E quando a vítima caiu, uma terceira menina pôs-lhe o pé no pescoço (postura de macho infame) e as outras passaram a chutá-la mesmo desacordada.
          
Nenhuma tinha mais de 14 anos. E estiveram a ponto de assassinar uma criança, ação interrompida por um adulto providencial. Motivo da agressão? Só uma antipatia gratuita! Infelizmente, hoje isso é por demais corriqueiro.
          
O que estará acontecendo.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

23 comentários:

Anônimo disse...



Chama a Kelly Mattos que ela resolve isso dai!!!

Anônimo disse...

Tudo isso começa em casa.
quando não há educação, valores ensinados em casa na família, não será na escola que salvaremos a "lavoura".
O processo de destruição de valores estimulado pelo PT e também por uma boa parte da midia, com programações fúteis ao estilo de Big Brother, putaria generalizada no Carnaval, enfim, tornam o Brasil vergonhoso, indecente e violento.
Casais que botam filhos no mundo, sem qualquer estrutura, cultura, capacidade de educar, "criam' filhos como ratos.
Nossa caminhada é longa.

Anônimo disse...

As 3 que a espancaram tem obrigatoriamente que ser internadas como delinquentes, por pouco não mataram, não merecem a liberdade.

Anônimo disse...

o que esta acontecendo?

feminismo, com a irônica desfeminilização da mulher...

as mulheres encasquetaram que para serem iguais aos homens precisam imita-los nas suas mais chucras características, tanto estéticas como comportamentais...

na real o que esta acontecendo mesmo é a perda total e quase irreversível dos parâmetros de bom senso que regem uma sociedade...

e eu pensei que sob Bolsonaro esse tipo de horror nas escolas iria acabar, mas pelo visto ainda esta vigente...

mas querem o que?, com pais e mães que reclamam da "militarização" das escolas onde é oferecida segurança para seus próprios filhos, não se podia esperar algo diferente...

Anônimo disse...

Está acontecendo que todas as vítimas da sociedade são protegidas por leis
que não cabem no Brasil. Uma vez os pais mandavam os filhos na escola e sabiam que iam voltar vivos e que tinham apreendido alguma coisa. Hoje os pais mandam com medo porque tudo pode acontecer. As professoras são culpadas?
Não porque lhes tiraram toda autoridade. E serem muito mal pagas.
Viva o ECA . Viva o ECA. Escola de fazer bandidos.

Anônimo disse...

A perda não é só do "feminino", é da dignidade humana. Essas três pré-adolescentes agressoras já demonstram possuir desvios de caráter que possivelmente vão acompanhá-las na vida adulta. Se for apurado, devem viver em famílias carentes e desestruturadas, sem ensinamentos morais e religiosos, muitas vezes sendo humilhadas e até espancadas dentro de casa. Enfim, o caso é grave e não pode ficar impune, sem consequências. As menores infratoras vão precisar de um corretivo do Estado e a vítima, de assistência médica e psicológica em virtude dos seus ferimentos, trauma e sofrimento, além de uma vaga em outro colégio estadual. O Brasil tem hoje uma sociedade corrompida, doentia, conforme planejado pela quadrilha vermelha que chegou ao poder há décadas atrás. Esses são alguns "frutos". Perdemos todos.

Anônimo disse...

Concordo com o texto do psicólogo e advogado.

Para acrescentar: As mulheres mães são as que criaram os homens, hoje adultos agridem suas namoradas/esposas e até a própria genitora.

O masculino é gerado dentro do feminino. Esquecem disso e surram, provavelmente dão o troco na genitora através de outra mulher.

A TERRA é feminino, logo, na verdade, o masculino é apenas coadjuvante neste mundo em que fez e faz guerras por outras fêmeas. Restícios do incivilizado!

Anônimo disse...

Se começa em casa (concordo) o que o PT e o Big Brother tem a ver? Depende do governo e da Globo o tipo de educação que os pais vão resolver dar aos seus pimpolhos???

Anônimo disse...

Tem um certo mico que se elegeu com a bandeira de combate a bandidagem e agora o assunto dele é só acabar com a aposentadoria dos mais pobres, que dificilmente terão como comprovar 40 anos de contribuição.

Anônimo disse...

Não passam de garotas delinquentes travestidas de gente boa. Não têm educação!

Anônimo disse...

essa é a ideologia fascista dos filhos da puta q tomaram o poder em 2019...imagina essas meninas pegando as arminhas dos pais em casa???

ganhatudo disse...

Isso é feminismo invertido do primeiro ao quinto e na cabeça.
Chegou nesse ponto. E pode piorar antes de melhorar.
Só que não chegou nesse ponto assim de repente.
Foi aos poucos. Foram comendo pelas beiradas.
Vale para esse feminismo, assim como vale para a naturalização da violência.
Penso que um dos maiores responsáveis por chegar a esse ponto foi a sequência, de longa data, de novelas da rede globo de TV.
Essas novelas, junto com a reportagem de esportes das rádios é que foram anestesiando e naturalizando aos poucos a maioria dos brasileiros, promovendo a desobediência, a libertinagem e desautorizando as autoridades de policiais e professores.
Acho que o Ministério Público e o Judiciário tem grande parcela de culpa nessa história, pois sempre estiverem ao lado dessas atitudes em nome de uma suposta liberdade que estava sendo violada pela ditadura. Só que MP e Juízes hoje também já tem sua autoridade contestada e podem perder o que resta de autoridade caso não se regenerem rapidamente.
MP e Juízes devem o mais rápido possível, repor a autoridade de professores e policiais, pois estes são a linha de frente da defesa da sociedade e com seu trabalho protegem a autoridade de todos os demais.
Vejo alguma mudança nessa direção. Será uma luta muito difícil pois a coisa chegou longe demais e para ser contida não vai ser bolinho.

Anônimo disse...

E D U C A Ç Ã O. O dinheiro público para a Educação sumiu e criou-se verdadeiras assassinas, pois não recebendo Educação o lado animal dessa criança ou adolescente desenvolveu muito mais do que o lado bom. Simples

Anônimo disse...

O Presidente Jair Bolsonaro está a apenas dois meses no poder para consertar 3 décadas sem investimentos na Educação. Nós o povo é que temos que deixar de sermos omissos e reagir quando constatarmos que o dinheiro público está sendo mal aplicado. Felizmente o povo acordou e principalmente o jovem está revertendo essa desgraça a qual fomos submetidos. Deus salve esta Pátria.

Anônimo disse...

O ser humano nasceu na barbárie e nunca deixou totalmente.
Podemos nos dizer civilizados, usarmos smartphone e acessar a internet, mas quando falta o básico revertemos a barbárie.

E é isto que tem acontecido, cada vez mais falta o básico e vemos a barbárie aflorar novamente.

Anônimo disse...

Isto é feminicídio... Putz, mas não tinha nenhum homem envolvido e agora? Como classificar isto? Me ajudem PTzada

Anônimo disse...

Isto prova que não há tanta diferença entre os sexos assim, lembra minhas aulas na faculdade no início dos anos 90, quando apregoavam que quando as mulheres começassem a assumir cargos mais relevantes nas empresas, haveria uma mudança nas relações, as empresas seriam diferentes, melhores, etc..., quanta bobagem, uma mulher chegou a presidencia da Petrobras, do Brasil, foi um show de horrores, ainda não vi esta mudança ou melhora que apregoavam, ou seja, são todos iguais

Anônimo disse...

A ideologia do "GRELO DURO" favoreceu uma horda de mau caratismo total, ninguém mais sabe quem é gente e quem é bicho, meus parabéns às esquerdas, foram realmente muito eficientes.

Anônimo disse...

Não tem nada a ver com feminismo.
Isto é um comportamento violento de crianças com personalidades doentias, de psicopata. E requer tratamento sério, e punição séria.
A educação pode, e deve, reprimir instintos agressivos extremos deste tipo de personalidade. Mas estas meninas, pelo jeito, não tiveram a educação em casa. A escola acaba tendo que fazer o papel de educadora de princípios morais. É lamentável.

Anônimo disse...

Mais um petista, desarmamentista, desinformado e desinformante bostejando aqui no blog "inimigo" do Políbio Braga.

Anônimo disse...

A educação que está aí é o resultado da ausência do PT que governou o país durante anos.Os pais hoje, que viveram nesse desgoverno,não têm a menor condição de passar valores para os seus filhos e se a Escola toma alguma providência,esses pais vão correndo à polícia para defenderem o indefensável!Estamos sofrendo a consequência de um partido que só pensou em dinheiro.

Anônimo disse...

O que está acontecendo ??? Perda total de valores.... Pais-porcaria... Ou, porcaria gerando porcaria ....

alvaro disse...

Simples, este é o resultado da falta de punição, e isto só será sanado quando estas malditas Leis de proteção de infantes forem substituídas por penas pesadas, tendo em conta que os "menores" de hoje tem pleno conhecimento do que eh certo ou errado. Esta leniência de hoje projeta e cria os bandidos (as) irrecuperáveis no futuro.