Delegado que chefiou a "Carne Fraca" é mantido réu. Ele passou dados para o ex-deputado Vargas, PT.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Porto Alegre, manteve como réu o delegado da Polícia Federal (PF) Mario Renato Castanheira Fanton, que chefiou a Operação Carne Fraca. O delegado adiantou detalhes da operação para o ex-deputado André Vargas, PT.

Mário Fanton responde a uma ação civil pública pela prática de suposto ato de improbidade administrativa. Ele é acusado de violar o sigilo funcional de seu cargo]

O MPF ajuizou, em março de 2018, a ação contra Fanton. 

CLIQUE AQUI para conhecer melhor o caso. O texto é bem extenso.

Um comentário:

Anti comunista disse...

Além de frouxo e traidor, este delegado ainda é petista. Expulsem esse cara da PF.