Ministros terão vice-ministros

O deputado Onyx Lorenzoni revelou esta tarde que os secretários-executivos dos ministros serão tratados como vice-ministros.

É isto.

Pode ?

Pode, sim.

É pura perfumaria.

11 comentários:

Anônimo disse...

é que todo mundo quer ser "importante" nesse governo...

deve ser por isso...

tem parlamentar novata que ser líder do que aparecer pela frente...

Anônimo disse...

E os aposentados do INSS continuam sendo tratados como "beneficiários do INSS" como se tivessem recebendo uma esmola do governo. VTNC 👉👌

Anônimo disse...


É tipo assim, igual a invenção do secretario adjunto que recebe bem e não serve para nada. Idem cargo de vice, salvo em substituição em impedimento do titular. Mas vamos falar sério é mais uma acomodação, um boquinha que a categoria política inventou para o povo pagar o salário.

Anônimo disse...

É a farra com o dinheiro público. Ao invés de cortar gastos o governo aumenta e o trabalhador paga a conta.

Anônimo disse...

Sempre foi assim, em todos os governos. Qual é a novidade?

Anônimo disse...

Talvezn não seja perfumaria. Com este status, o ministro que pisar na bola já terá um substituto à altura.

Anônimo disse...

Estamos enxugando a maquina publica, reduzimos de 39 ministérios para 22 e mais 22 vices-ministérios, ou seja reduzimos de 39 para 44 ministros.

Anônimo disse...

Estão de brincadeira.

Porque não transforma tudo em monarquia e todos terão título de nobreza?

Afinal nossos governantes vivem em palácios......Heranças de D. João VI.



Thiago disse...

No fim Bolsonaro era só papo furado, palavras ao vento... Ta mantendo tudo do jeito que era antes só que com nova perfumaria pra esconder o cheiro podre.

Anônimo disse...

Esse é o "mais Brasil, menos Brasília" do Bolsonaro?

Estamos enxugando a maquina publica, reduzimos de 39 ministérios para 22 e mais 22 vices-ministérios, ou seja reduzimos de 39 para 44 ministros.

Ah sim claro...

Bolsonaro ganhando R$60.000,00 ou mais por mês com aposentadorias acumuladas.

Anônimo disse...

Os pastores crentes estão ávidos por cargos e o Bolsonaro vai dar um jeitinho, arrumando uma boquinha para todos