MDB poderá anunciar, amanhã, adesão ao governo Eduardo Leite. Leite faz cerco fisiológico para conseguir aliados.

O governador eleito Eduardo Leite pediu ao governador Sartori que não demita nenhum CC ao sair do governo, justamente porque pretende manter a mesma base aliada que deu sustentação ao atual governo. Os cargos de CCs adoçam a boca dos Partidos que ele corteja, mas também são oferecidas secretarias e direções de estatais.

Ao lado, a disputa dramática pelas tetas da res publica.

O MDB reunirá amanhã a Executiva e a bancada de deputados estaduais, quando poderá anunciar adesão ao governo Eduardo Leite, PSDB.

Na bancada, a principal resistência é a do deputado eleito Sebastião Melo, que também é vice-presidente estadual.

8 comentários:

Anônimo disse...

Se confirmar, nós do velho MDB demais de 30 anos, vamos em conjunto fazer ato de desfiliação. Ninguém aqui é pelego dessa turminha das pastinhas debaixo do braço.... sempre assim... vergonhoso.... nunca vi tamanha falta de caráter... ainda se acham os diferente do MDB nacional...

Anônimo disse...



ENQUANTO ISSO....SAI GOVERNO ENTRA GOVERNO A PATIFARIA É A MESMA...TODOS QUERENDO É GRANA, MAIS E MAIS GRANA, E NÃO PODE FALTAR OS PENDURICALHOS...ETC....E TAL.....

E QUEM VIVE NA INICIATIVA PRIVADA....FICA COM A PORCARIA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS PRESTADOS...A CONTA PRA PAGAR...E O BOLSO CADA VEZ COM MENOS GRANA....P.Q.P

Anônimo disse...

Bom, com essa forma de governar o estado vai continuar QUEBRADO

Anônimo disse...

MDB em sua essência: velhacos fisiologistas e aproveitadores.

Anônimo disse...

O MDB é o partido que mais participou da gestão do estado. É o maior culpado pela crise atual.

Estão pouco preocupados com qualquer coisa já que sua vocação é para roubar e corromper.

Anônimo disse...

Várias vezes relatei nesse blog que esse partido vive de fisiologismo!

Anônimo disse...


Vou deixar este relato simplista. No trajeto da rua da praia passo pelo Sebastião Mello no final da tarde. O sujeito parecia cansado, andava de cabeça erguida, misturado com o povão e onde passava era cumprimentado cordialmente e com admiração. Assim como várias outras pessoas, faço este caminho diariamente e há muito tempo e conheço poucos políticos e ex políticos do MDB possam fazer esta façanha. Ser um político de respeito é uma valor que poucos conquistam. Não é meu partido, nem meu candidato mas o político Sebatião Mello merece admiração.

Anônimo disse...

Puta é puta. Foi assim no governos do PT. Não foi? A máscara caiu.