Lula nega que ajudou Cabral na compra de votos para sediar no Rio os Jogos Olímpicos de 2016

CLIQUE AQUI para assistir a íntegra do depoimento de Lula.

Em depoimento ao juiz federal Marcelo Bretas como testemunha de defesa do ex-governador Sérgio Cabral no inquérito que apura a suspeita de compra de votos para que o Brasil sediasse os Jogos Olímpicos de 2016, o réu condenado e preso como corrupto Lula da Silva negou a acusação e afirmou que o seu compromisso "é com a verdade" e que está "cansado de mentiras".

Lula continuou, bravateiro:

- No Brasil, não tem nenhum brasileiro que quer mais a verdade do que eu.

O juiz disse que já votou em Lula. O líder lulopetista aproveitou e convidou-o a votar de novo nele em outubro.