Bolsonaro: 'Vou continuar atirando, mas com silenciador'

Para ampliar o eleitorado, o ex-capitão Bolsonaro moldou o discurso e virou apenas Jair nos grupos de redes sociais que defendem sua campanha ao Palácio do Planalto. "Vou continuar atirando, mas agora com silenciador", disse o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

A estratégia partiu de uma equipe de parlamentares aliados de Bolsonaro que busca "suavizar" a imagem do pré-candidato à Presidência nas eleições 2018 e dissociá-lo de discussões envolvendo temas como racismo, homofobia, machismo e tortura.

Bolsonaro disse que pretende atender aos apelos da equipe que formula sua candidatura e adotar um estilo mais conciliador, técnico e moderado, levando em conta as primeiras pesquisas de marketing que chegaram ao seu grupo. O deputado, no entanto, deixou clara sua preocupação com a espécie de pacto que fez com seus seguidores mais radicais, na internet e nas esferas militares: "Tenho pelo menos cem mil marqueteiros pelo Brasil".