Índice de famílias endividadas caiu para 61,3% em janeiro

Os números foram tabulados pela Confederação Nacional do Comércio, CNC.

A charge é do blog "Esboçando ideias".

A proporção de famílias com contas a pagar recuou de 62,2% em dezembro para 61,3% em janeiro, de acordo com os dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada ontem pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em relação a janeiro de 2016, porém, houve um aumento de 2,6 p.p. no indicador. A proporção de famílias com contas em atraso também diminuiu, registrando 25% em janeiro, comparado a 25,7% em dezembro. 

A principal forma de endividamento continua sendo o cartão de crédito, citado por 77,4% das famílias endividadas, seguida por carnês (16,9%) e financiamento de carro (11,0%). 

Estes resultados vêm em linha com a tendência observada nos dados de endividamento divulgados nesta semana pelo Banco Central e indicam melhora nas condições das famílias, o que deve continuar com a recuperação gradual do mercado de trabalho.

2 comentários:

Mordaz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

heransa maldita do lulismo?