Um juiz como Sérgio Moro pode ganhar R$ 100 mil por mês ? Num mês ou outro, pode, sim. Veja como.

O teto salarial do funcionalismo público — a base é o ganho mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal — é de R$ 33.763,00. 

Pode um juiz ganhar R$ 100 mil por mês ? Pode. 

O caso a seguir é do juiz federal Sérgio Moro, investigado pelo portal UOL e por Veja, mas as duas publicações esclarecem nas suas reportagens que o que vale para Moro, vale para os demais juízes.

Acompanhe:

Na verdade, o juiz Sérgio Moro, como os demais juizes federais, recebe 28 mil reais por mês. Em julho, seu contracheque indica um salário de R$ 28.947,55, com indenização de R$ 5.261,73 e vantagem eventual de R$ 8.362,63. Depois dos descontos (Previdência, imposto de renda e retenção por teto constitucional), o magistrado recebeu R$ 28.404,97.

Mas em dezembro de 2016, Sergio Moro recebeu R$ 102.151,58. À remuneração mensal, de R$ 28.947,55, somaram-se R$ 5.261,73 (indenização) e R$ 83.379,50 (pagamentos eventuais, como férias, gratificação natalina). Numa nota, o juiz esclareceu que é raro receber o valor de 102 mil reais. 

São valores que eventualmente recebe um juiz federal, mas a regra é R$ 33.763,00 brutos. Não recebe, portanto, 102 mil reais por mês. As redes sociais estão erradas — maldosa (mais) e/ou inocentemente (menos).

34 comentários:

Anônimo disse...

Estão tentando de tudo pra destruir a reputação de Sérgio Moro. São mesmo uns pilantras! Esquerda no Brasil nunca mais! Fora PT, PSOL, PCdoB, PSDB!

Anônimo disse...

Um juiz como Sérgio Moro deveria ganhar quinhentos mil por mês. Ele trabalha mais que todo o supremo reunido. Sem contar as patifarias do Gilmar e Lava$dowski

Anônimo disse...

De qualquer forma os salarios do judiciario sao altos demais. Isso precisa mudar. Precisam ganhar bem (nem tanto) e trabalhar mais (em geral sao pouco produtivos todo o judiciario).

Unknown disse...

Na falta de abobrinhas e chuchus, o editor coloca esta matéria no seu blog!!!
Depois é a AL que só trata de abobrinhas, Políbio???

Anônimo disse...

Para juízes do gabarito do Sergio Moro, R$ 100 mil por mês é pouco! O trabalho de bons juízes dão bilhões de retorno para o país, vide os diversos processos, tais como a Lava Jato, estão fazendo pelo país.

Anônimo disse...

Eu pago esses salários.
Não quero nem imaginar o dia que vierem a pagar salário mínimo a um profissional que tenha tais responsabilidades.

Anônimo disse...

MERECE MAIS PELA CORAGEM E DESTEMOR.

Anônimo disse...

OLHA O PELEGO AI EM CIMA FALANDO DO PSDB SE OLHE NO ESPELHO POIS O PSDB APOIA A LAVA JATO O PSDB NUNCA ATACOU A JUSTIÇA QUEM ATACA A LAVA JATO E AJUSTIÇA SAO OS BANDIDOS DO PT E DO PMDB Q ERAM GOVERNO = ASSALTARAM O PAIS 13 ANOS PT PMDB E PP OS 3 PARTIDOS DO PETROLAO

Anônimo disse...

SIM OS JUIZES DO PAIS TODOS GANHAM 33 MIL MENSAIS O QEU É POUCO PERTO DOS SALRARIOS DOS POLITICOS QUE NADA FAZEM E NO 13 SALARIO ENTAO OS JUIZES GANHAM O DOBRO MAIS AS FERIAS O QUE VAI A UNS 100 MIL UMA VEZ POR ANO MAS ISTO SAO TODOS JUIZES E DEMAIS MEMBROS DO JUDICIARIO TAMBEM Q ESTAO NO TOPO O STF TAMBEM GANHA POIS TODOS RECEBEM 13 SALARIO NO NATAL OS PETRALHAS DA MIDIA ESQUERDALHA DEVRIA FALAR É DO LULA QUE TEM 26 MILHOES BLOQUEADOS E NAO DISSE DE ONDE TIROU ESTA GRANA TODA A JUSTIÇA DEU PRAZO E ELE ATE HOJE NAO DISSE ORA ORA OS JUIZES DEVERIAM GANHAR É MUITO MAIS POIS TRABALHAM COMO BICHOS

Anônimo disse...

Caro Políbio
Ai da revista que falar mal do Moro, a bosta da Veja e essa outra que esqueci o nome. Já podem requerer falência. E o Temer, hein. Que papelão, que grosso que FDP! E depois ainda dizem que ele é educado. Só se for com a sua turma, né. Por que tanta estupidez? Seria tanto medo assim de ser julgado e condenado pelo excelente juiz? Nada justifica tamanha grossura. Sua popularidade vai baixar ainda mais.Ei Temer, VTC!
Esther

Anônimo disse...

Por mim que esse juiz ganhe 1 milhão por mês e ainda é pouco para o que SÓ ELE teve coragem de fazer! Aliás, aguentar esse bando de psicopatas e corruptos, acho que 1 milhão é pouco!!!!!

Anônimo disse...

as namoradas do moureco desse blogue são incansável

Anônimo disse...

Quanto bajulação, como é possível justificar um salário de 100 mil, em lugar nenhum do mundo um magistrado recebe tal absurdo.

Anônimo disse...

💚💛💙
Grande irmão!!

Falou tudo!!

Anônimo disse...

💚💛💙
O editor Políbio Braga é político, e do PMDBosta!
Foi Chefe da Casa Civil do governo de Pedro Simon (que demora pra morrer)!!

Tudo que o PMDB quer é ver o nosso Herói honesto e corajoso, Juíz Sérgio Moro, detonado!

SÃO TODOS BANDIDOS 😈😈😈😈😈 PRINCIPALMENTE NO PMDBOSTA!

Anônimo disse...

💚💛💙
O editor Políbio Braga é político, e do PMDBosta!
Foi Chefe da Casa Civil do governo de Pedro Simon (que demora pra morrer)!!

Tudo que o PMDB quer é ver o nosso Herói honesto e corajoso, Juíz Sérgio Moro, detonado!

SÃO TODOS BANDIDOS 😈😈😈😈😈 PRINCIPALMENTE NO PMDBOSTA!

Anônimo disse...

💚💛💙
O editor Políbio Braga é político, e do PMDBosta!
Foi Chefe da Casa Civil do governo de Pedro Simon (que demora pra morrer)!!

Tudo que o PMDB quer é ver o nosso Herói honesto e corajoso, Juíz Sérgio Moro, detonado!

SÃO TODOS BANDIDOS 😈😈😈😈😈 PRINCIPALMENTE NO PMDBOSTA!

Anônimo disse...

💚💛💙

Ei, Temerda, VAI TOMAR NO CÚ, porque na frente estás combalido!!

Anônimo disse...

💚💛💙
O editor Políbio Braga é político, e do PMDBosta!
Foi Chefe da Casa Civil do governo de Pedro Simon (que demora pra morrer)!!

Tudo que o PMDB quer é ver o nosso Herói honesto e corajoso, Juíz Sérgio Moro, detonado!

SÃO TODOS BANDIDOS 😈😈😈😈😈 PRINCIPALMENTE NO PMDBOSTA!

Anônimo disse...

Ow anta, nao sabe ler e interpretar textos? Os 100 milnao sao salarios, ea soma dd salario, 13, etc...

Anônimo disse...

Se ganhasse 1 milhão de reais por mês, ainda seria pouco por tudo q fez pelo Brasil !! Avante, Moro !!

Anônimo disse...

À parte suas contribuições à Lava Jato, a formação desse juiz é meio peculiar, li na internet que obteu mestrado e doutorado em três anos?! (Lattes menciona doutorado 2001 - 2002). Coisa absurda um burocrata de gabinete ganhar isso (mesmo um juiz)... enquanto isso a média dos salários de professores universitários é de R$ 13.626, pessoas que (pelo menos no campo das exatas) deveriam alavancar o desenvolvimento tecnológico do pais... não é por nada que o Brasil não tem nenhuma relevância (nem política, nem científica) e será eternamente um "gigante em berço esplêndido", paisinho de burocratas ridículos.

Carlo Germani disse...


Moro ganhar R# 100 mil ou R$ 33.000,00 ao menos faz algo de positivo para o país.

Mas qual a justificativa de altíssimos salários,como:

Faustão : R$ 4 milhões/mês
Luciano Huck ( o fantoche do momento): R$ 2 milhões/mês
Galvão Bueno:R$ 5 milhões/mês
Fátima Bernardes (a vassala do m"politicamente correto"):R$ 2 milhões/mês
Xuxa: R$ 2 milhões/mês

E por aí vai...

PS-O pior que não são as empresas contratantes desses lixos televisivos,mas
a própria população consumidora que paga a conta.

A média de investimento em marketing e propaganda das empresas é de 7%.
E todo esse custo está embutido no preço dos produtos.

PS2-O que fazem esses farsantes pelo país e população?
A resposta só pode ser a imbecilização da população que se presta a isso.

Anônimo disse...

Ele ganhar 100 mil num mês atípico sem problemas, o problema são os outros que não fazem nada ...

Anônimo disse...

Juiz Moro ganhado 100 mil por mês + 4.500 de Auxilio moradia, ou está incluído?

Anônimo disse...

Temer reduz salário mínimo para 2018 e eleva taxa previdenciária de servidores:

06 Nov 2017 - Sateal

Após ser salvo de duas denúncias e gastar cerca de R$ 32,1 bilhões para barrar as mesmas através de diversas concessões e medidas do governo negociadas com parlamentares entre junho e outubro, agora, Temer vai buscar o reembolso desse valor na conta da população brasileira. Na última segunda-feira, 30, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou a previsão de redução de R$ 4 no valor do salário mínimo para o próximo ano, que passa de R$ 969 para R$ 965. Trata-se do segundo corte no valor – depois de decisão tomada em agosto –, que inicialmente havia sido previsto para R$ 979.

O governo pretende economizar R$ 1,2 bilhão em despesas com o pagamento de benefícios do INSS. Atualmente, no Brasil, cerca de 45 milhões de pessoas recebem salário mínimo e cerca de 23% da população ganham menos que o mínimo. (...)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

O governo Temerário reduzindo o salário minimo de quem ganha menos para fazer economia, enquanto o juiz moro ganha 100 mil?

Anônimo disse...

Moro se faz de desentendido e acaba desmontado pela defesa de Lula:

06/12/2017 - Cíntia Alves

Jornal GGN - Está recheado de ironias e perguntas desconcertantes o recurso que a defesa de Lula apresentou ao juiz Sergio Moro, nesta quarta (6), insistindo em colher o depoimento do ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran na ação penal em que o ex-presidente é acusado de receber um imóvel para o Instituto Lula e um apartamento vizinho ao que habita, em São Bernardo do Campo (SP).

Moro já rejeitou Tacla Duran como testemunha duas vezes. E descolou várias justificativas para isso.

Disse que não sabe onde Tacla Duran se encontra, já que está foragido na Espanha. O argumento é estranho, tendo em vista que o próprio juiz apontou o endereço com detalhes quando formulou uma ordem para que as autoridades brasileiras peçam cooperação jurídica internacional para processar o advogado em Curitiba.

Moro também disse que Duran não tem nada a acrescentar à defesa de Lula, já que não participou diretamente dos supostos fatos que fundamentam a denúncia. Se faz, no caso, de desentendido.

HOMEM-BOMBA
Tacla Duran deixou claro no depoimento à CPMI da JBS que tem potencial para minar não só a ação penal contra Lula, mas também todas as outras que foram apresentadas tendo como provas extratos do Meinl Bank e o Drousys (um sistema de comunicação que teria registro de propinas), ambos da Odebrecht.

O que o advogado explicou aos deputados, e que foi totalmente abafado pela grande mídia, é que dois os sistemas são de propriedade da Odebrecht e foram manipulados no decorrer da Lava Jato. Se o sistema foi fraudado em algumas oportunidades (ele citou especificamente a denúncia contra Michel Temer), quem garante que todas as provas não são viciadas? Ninguém. Por isso Duran declarou, com todas as letras, que tudo que está relacionado ao Drousys está viciado e deve ser descartado.

"A partir do momento em que o sistema foi manipulado antes, durante e depois do bloqueio, as provas, no meu entender, são viciadas. Todas as provas que saem daquele sistema, a partir daí, são viciadas", disse Duran.

As falas de Duran à CPMI foram anexadas pela defesa de Lula no recurso [em anexo] apresentado a Sergio Moro, para que rebater o argumento de que o ex-advogado da Odebrecht não teria importância para o julgamento do ex-presidente.

CRIMINOSO SEMPRE TEVE CRÉDITO
Os advogados de Lula ainda rebatem outra justificativa de Moro para não ouvir Duran: a de que o advogado seria um criminoso cuja palavra não merece crédito. (...)

A defesa de Lula ironizou as desculpas de Moro.

"Esse Juízo mesmo tem sido frequente em afirmar que 'crimes não acontecem no céu' (sic) e que, em certas circunstâncias somente pessoas partícipes dos fatos (ou correlatos e conexos) podem esclarecer a verdade, não é mesmo?"

"Assim não fosse", continuaram, "delações e depoimentos de aspirantes a delatores, ordinariamente desacompanhados de quaisquer elementos de corroboração, teriam de ser de plano descartados, o que não se pratica (muito ao contrário) nos casos que tramitam – ou já tramitaram – perante esta douta Vara Especializada."

Além disso, apesar da Lava Jato fingir que não, ainda está em vigor no Brasil o "princípio constitucional da presunção de inocência", o que desautoriza Moro a chamar Tacla Duran de "criminoso", um vez que sua ação penal ainda está em andamento. (...)

Anônimo disse...

Gebran volta atrás e permite que OAB atue com defesa de Lula em ação contra Moro:

06/12/2017

Jornal GGN - O desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região João Pedro Gebran Neto voltou atrás em sua decisão de proibir que o Conselho Federal da OAB e a seccional de São Paulo sejam partes de um processo movido pelo escritório que defende Lula contra o juiz Sergio Moro. No mérito, a ação questiona decisão do juiz de Curitiba, que não quer destruir imediatamente uma série de gravações feitas "ilegalmente" no escritório onde atua Cristiano Zanin.

No último dia 5, Gebran respondeu a um recurso (agravos regimentais) da OAB contra o impedimento de fazer parte da ação. "Com a ressalva de meu posicionamento pessoal, considerando que a matéria será apreciada pelo mesmo Colegiado e a fim de evitar incidentes desnecessários no trâmite deste processo, reconsidero, por ora, a decisão do evento 13 e admito no presente feito, como terceiros interessados, o Conselho Federal da OAB e a Seccional da OAB de São Paulo, reservando, contudo, a apreciação final da legitimidade destes em preliminar no julgamento do presente mandado de segurança", disse.

"Dê-se vista ao MPF [Ministério Público Federal] com urgência, para que se manifeste acerca do ingresso das entidades", determinou.

No recurso, a OAB de São Paulo e o Conselho Federal alegaram "ser caso de reforma da decisão agravada, considerando a legitimidade da OAB para atuar como assistente em processos em que advogados sejam parte, bem como para defender violações de prerrogativas profissionais da advocacia. Reiteram os pedidos de admissão no feito."

As instituições apontaram que as gravações foram autorizadas por Moro de modo dissimulado, pois os procuradores de Curitiba informaram, erroneamente, que o número do escritório de advocacia pertencia ao Instituto Lula. Mesmo tendo sido avisados pela operadora de telefonia, mantiveram o grampo e, depois, alegaram que não prestaram atenção nas informações corretas.

Moro ainda havia prometido ao ministro Teori Zavascki que não faria uso do grampo irregular mas, na prática, autorizou que o material fosse disponibilizado para consulta e, quando questionado pela defesa de Lula, negou destruir o conteúdo das gravações imediatamente. (...)

Anônimo disse...

Gebran volta atrás e permite que OAB atue com defesa de Lula em ação contra Moro:

06/12/2017

Jornal GGN - O desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região João Pedro Gebran Neto voltou atrás em sua decisão de proibir que o Conselho Federal da OAB e a seccional de São Paulo sejam partes de um processo movido pelo escritório que defende Lula contra o juiz Sergio Moro. No mérito, a ação questiona decisão do juiz de Curitiba, que não quer destruir imediatamente uma série de gravações feitas "ilegalmente" no escritório onde atua Cristiano Zanin.

No último dia 5, Gebran respondeu a um recurso (agravos regimentais) da OAB contra o impedimento de fazer parte da ação. "Com a ressalva de meu posicionamento pessoal, considerando que a matéria será apreciada pelo mesmo Colegiado e a fim de evitar incidentes desnecessários no trâmite deste processo, reconsidero, por ora, a decisão do evento 13 e admito no presente feito, como terceiros interessados, o Conselho Federal da OAB e a Seccional da OAB de São Paulo, reservando, contudo, a apreciação final da legitimidade destes em preliminar no julgamento do presente mandado de segurança", disse.

"Dê-se vista ao MPF [Ministério Público Federal] com urgência, para que se manifeste acerca do ingresso das entidades", determinou.

No recurso, a OAB de São Paulo e o Conselho Federal alegaram "ser caso de reforma da decisão agravada, considerando a legitimidade da OAB para atuar como assistente em processos em que advogados sejam parte, bem como para defender violações de prerrogativas profissionais da advocacia. Reiteram os pedidos de admissão no feito."

As instituições apontaram que as gravações foram autorizadas por Moro de modo dissimulado, pois os procuradores de Curitiba informaram, erroneamente, que o número do escritório de advocacia pertencia ao Instituto Lula. Mesmo tendo sido avisados pela operadora de telefonia, mantiveram o grampo e, depois, alegaram que não prestaram atenção nas informações corretas.

Moro ainda havia prometido ao ministro Teori Zavascki que não faria uso do grampo irregular mas, na prática, autorizou que o material fosse disponibilizado para consulta e, quando questionado pela defesa de Lula, negou destruir o conteúdo das gravações imediatamente. (...)

Anônimo disse...

Mais de 100 mil só para o Faustão ou jogadores de futebol.

Anônimo disse...

Juiz Moro ganhando 100 por mês, pode ser legal, mas é imoral.

Anônimo disse...

O juiz moro, na condição de paladino da "moralidade" não deveria dar o exemplo e abrir mão pelo menos do Auxilio Moradia ou de algumas diárias?

Anônimo disse...

28 para o Moro e pouco...este merece muito mais!!!

Anônimo disse...

ELE MERECE... ELE MERECE... ELE MERECE... TERESINHAAAAA .....