Lamachia ataca reforma política:"Os deputados abusam da nossa paciência !"

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamacchia, bateu firme e duro no fígado dos deputados que nesta madrugada aprovaram o valor do novo Fundo Partidário:

- Abusam da nossa paciência !

E explicou a razão do seu protesto:

- Eles aumentaram em cinco vezes o valor do Fundo, que passará de R$ 800 milhões para R$ 4 bilhões. Isto é zombar do cidadão que paga altos impostos e até desmoraliza o governo, que chora diariamente a falta de dinheiro.

20 comentários:

Anônimo disse...

Cortar gastos ninguém fala? É a farra com o dinheiro público. Fomos assaltados pelos políticos durante a madrugada. Da onde sairá todo esse dinheiro? Do suor do povo? Vamos para a rua, isso é um golpe. Se é para quebrar o país não precisamos de tantos políticos em Brasília. Não contribuem com nada. Vergonhoso

Anônimo disse...

Golpistas! Será que esses políticos não tem vergonha na cara? Vão trabalhar se querem dinheiro.

Anônimo disse...

Com 14 milhões de desempregados e milhões vivendo abaixo da linha da miséria, 800 milhões já é demais.

Anônimo disse...

Oras, se o financiamento nao vier de empresas, vira' de quem? Deviam ter pensado nissso antes. Muita sapiencia pra pouco cerebro...

Anônimo disse...

Se couber veto Presidencial, Temer será Obrigado a vetar, sob pena de ficar com popularidade negativa!!!

Mordaz disse...

Fala sério Lamacchia, acredita mesmo que os partidos viviam disto? Ou as propinas não eram também dinheiro público desviado pela corrupção política? Se eles ficarem só nos 4 bilhões será uma vantagem extraordinária perto do meio bilhão que desviam por fora.

Anônimo disse...

é o tal Estado de Direito que garante a coragem dessa gente pra fazer isso...

e o povinho encabrestado tambem...

Anônimo disse...

O Claudinho ataca tudo... Contrata ele, Grêmio

Anônimo disse...

Infelizmente passo a ter saudades do regime de 1964. A corja que compõem o congresso, com raras exceções que não merecem o adjetivo, é de dar nojo e descrer das instituições.

Anônimo disse...

Destina parte do teu dinheiro se tá achando bom.

Anônimo disse...

Dinheiro público não é para sustentar partidos nem políticos, esses vagabundo que vão correr atrás de patrocinadores para as suas campanhas políticas e seu antro partidário, e que o partido sobreviva de doações e não do dinheiro de impostos, porque partido é como uma empresa, se não consegue se manter por conta própria, não é porque não é para existir!
E essa reforma política é pretendida principalmente pelos partidos de extrema esquerda que sabem que as suas máscaras caíram e serão reduzidos a partidos nanicos sem a verba pública!
CANALHAS, CANALHAS, CANALHAS,CANALHAS...
Vejam o que a magnífica jornalista Joice Hasselmann falou sobre o golpe do distritão em:
https://www.youtube.com/watch?v=FUns31X_GCM

Anônimo disse...

Lamachia?

Não foi este o presidente da OAB que recebeu propina da JBS??

Anônimo disse...

*
Este Claudio Lamaqui-ado é petralha e corrupto. Tá no esquemão das propinas.

Vá-de-retro, OAB!

Facção de "adevogadozinhos 171"!

Anônimo disse...

Oab puxadinho do pt por que nao se manifesta pwdindo prisao d lula e bandilma q obstruiram a justiça há mais de 1 ano
Stf e oab puxadinhos do pt nanico

Unknown disse...

E a OAB, idem!!!

Anônimo disse...

Se estamos na época das vacas magras, todos temos que fazer economia. Cortem o Fundo Partidário, acabem com esse Fundo Eleitoral - que é unanimidade entre os políticos - findem as mordomias, automóveis com motorista, assessores, cargos de confiança, e todos os etcs.
Feito isso, vamos conversar sobre reforma da Previdência.

Anônimo disse...

Só os militares poderão salvar os brasileiros dos comunistas.

Anônimo disse...

OAB...??? Quem?

Lauro Rocha disse...

Triste esses comentário anônimos que fazem acusações levianas sobre o Lamachia. São covardes e mentirosos que acusam de maneira irresponsável. Esses canalhas deveriam se apresentar para provar a acusação que fazem contra o presidente da OAB. Ou será que tem medo da Justiça?

Anônimo disse...

Depois é a Previdência a culpada. Bando de imorais!