Governo gaúcho não vai pagar parcela da dívida com a União

O Governo do RS ingressou no Superior Tribunal Federal (STF) com novo pedido de liminar para cancelar a necessidade de pagamento da dívida com a União. 

O Piratini ainda anunciou nesta segunda-feira que não irá fazer o pagamento da parcela relativa ao mês de julho para poder quitar a folha dos servidores.

O anúncio do governo do Estado foi feito via Facebook nesta tarde pelo chefe da Casa Civil, Fabio Branco, e o secretário de Planejamento, Carlos Búrigo. Eles justificaram a decisão pelo “agravamento” da situação financeira do estado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Tudo jogadinha ensaiada.
Essa divida já foi paga.

Com a adesão ao plano de recuperação fiscal, essa dívida só vai aumentar

Anônimo disse...

BOA CHEGA DE MANDAR NOSSA GRANA P BRSILIA DEPOIS NAO TEMOS RETORNO A GRANA MAIOR DEVOLVIDA PELO GOVERNO FEDERAL É ELES MANDAM PRO NORDESTE O NORDESTE QUE SE SUSTENTE CHEGA DE MANDAR ALTOS IMPOSTOS E NAO TERMOS RETORNO...... A GRANAÉ NOSSA E QUE FIQUE AQUI CADA ESTADO Q RECEBA SEU RETORNO QUEM MANDA MAIS IMPOSTOS DEVE TER MAIS RETORNO CHEGA D SERMOS FEITOS D ESCRAVOS

Anônimo disse...

Essa dívida dos estados é a moderna forma de escravidão ...

Anônimo disse...

Essa dívida dos estados é a moderna forma de escravidão ...

Anônimo disse...

Se fosse do PT era 171!
Kkkkk...!

Anônimo disse...

Creio que hipótese da jogada ensaiada. Não duvido que amanhã, quando for para depositar o salário, um Juiz Federal dê uma liminar para que a União sequestre o dinheiro na conta do ERGS, como já foi feito antes.
Aí o Governador resta como mocinho, ao passo que o algoz dos servidores será a União.

Anônimo disse...

Ainda bem. Parece que se deram conta de que funcionário público é consumidor e, como tal, faz girar a economia. Quantos estabelecimentos fecharam desde que começou essa implicância com o funcionalismo? Querem quebrar ainda mais o Estado?