Brigada ainda não expulsou invasores comunistas do Hotel Açores

Até ontem a noite a Brigada Militar ainda não tinha cumprido a ordem judicial de expurgo dos cem invasores assumidamente comunistas do Hotel Açores, Porto Alegre.

O grupo, que há um mês foi expulso do antigo prédio do MPE, busca invadir e ocupar propriedades privadas para confrontar a lei e a ordem, buscando implantar o regime comunista. Seus principais líderes são do Psol.

11 comentários:

Unknown disse...

Porto Alegre/RS berço do populismo comunista!!!
Até quando???

sempre mais disse...

Quando cansarem de invadir esse tipo de imóvel,invadirão nossas casas. Isso é socialismo(comunismo).

Anônimo disse...

E o IPTU no centro de Porto Alegre, que está um lixo, é ALTÍSSIMO.

Anônimo disse...

Onde tem nichos de árabes judeus negros índios nunca haverá paz,daí aparecem outros conflitos de interesses sociais que burros chamam de socialismo ou capitalismo.

Anônimo disse...

Só invadem imóveis abandonados. A situação do Açores eu não sei qual era, mas sei que o prédio tava desocupado. Agora o anterior tava a anos abandonado e se deteriorando e só depois da ocupação é que o governo se interessou por ele.

Anônimo disse...

barbaridade VERGONHA COMUNISMO EXPLICITO

GOVERNO BUNDA MOLE

Anônimo disse...

Porque Manuelas, Rosarios,Fontanas, Melchionas, Genros e afins não levam eles pra suas casas?

Anônimo disse...

PARABENS AMIGO EDITOR! O MAIOR ERRO DE NOSSA SOCIEDADE É NÃO RECONHECELOS COMO COMUNISTAS... CHAMALOS DE COMUNISTAS... TRATALOS COMO COMUNISTAS SUJOS QUE SÃO! TODOS AQUELES QUE SÃO PESSOAS DE BEM DEVEM LUTAR JUNTOS CONTRA OS PORCOS COMUNISTAS!

Anônimo disse...

Isso aí !

Anônimo disse...

OS LÍDERES DAS INVASÕES CRIMINOSAS DEVEM SER PROCESSADOS, CASO CONTRÁRIO CONTINUARÃO IMPUNES E COMETENDO OS MESMOS CRIMES.

Anônimo disse...

O problema é que depois vão acusar a Brigada de usar força em excesso, como foi da última vez. Aliás deveriam colocar pra desocupar esse pessoal do judiciário que reclamou da última vez. Mas aí provavelmente iam estragar as unhas ou as bolsas das dondocas.