231 juízes reagem a manifesto da Ajuris e AJD. Manifesto diz que impeachment é legítimo e legal.

CLIQUE AQUI para ler, também, "O jogo do papagaio", Gustavo Franco de hoje. 

Recentemente, a Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) e a Associação Juízes para a Democracia (AJD), pelos seus representantes, divulgaram notas públicas em que manifestaram apoio político à Presidente da República e sinalizavam a ilegitimidade do processo de impeachment ora em curso.

(...)

4) O impeachment tem previsão constitucional, não podendo, em hipótese alguma, ser classificado como ilegal ou ilegítimo.

5) Por expressa disposição constitucional, cabe exclusivamente ao Congresso Nacional apreciar e julgar o impeachment do Presidente da República nos crimes de responsabilidade.

Nesse sentido, nós, magistrados subscritores da presente nota, de todos os ramos do Poder Judiciário e graus de jurisdição, vimos, por meio desta, externar nosso repúdio à noção de que as referidas notas públicas expressam o pensamento dos juízes brasileiros.

CLIQUE AQUI para ler todo o manifesto e examinar as 231 assinaturas.

6 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns à esses juízes, isso mostra que a Ajuris e a AJD não representam a magistratura, mas que seus presidentes já se venderam ao governo ladrão e deveriam ser impichados!

Justiniano disse...


E dizer que no STF tem um monte de advogado de porta de cadeia que nem conseguiram ser juiz devido a incapacidade e incompetência.

Esse STF chega ser ridículo principalmente constatando que nesta lista aqui estão 231 magistrados que repudiam as tentativas de manobras serviçais do STF ao governo petralha.

Anônimo disse...

231 gatos pingados e de todos o Brasil, entre eles muitos juízes de pijama. Interessante que das 231 assinaturas, apenas cinco são do RS, entre eles um aposentado. Ou seja, muito pouco, são minoria. Não representam as associações dos magistrados pelo Brasil afora.

Anônimo disse...

Nem o STF julgou ilegalidade, agora vem essa turma com essa papagaiada. Imagine só cair na mão de um desses. Não sabem ler a constituição?

Anônimo disse...

Apenas cinco (5) juízes gaúchos manifestaram a sua contrariedade???!!

Anônimo disse...

Políbio:
Não sei as razões porque a tua matéria sobre o apoio da Ajuris e da ADJ ao PT e a Dilma foram tirados do teu blog, mas imagino a pressão autoritária da esquerda em todos os poderes.
Fica muito claro o apoio do judiciário a este PT espúrio e, o acobertamento dos crimes praticados no mensalão, petrolão, INSS, BNDES, pedaladas fiscais.......
O PT como os bolivarianos e os cubanos aparelharam os três poderes e, não querem sair do poder.
Fica claro que mais cedo ou mais tarde temos que removê-los.........