Diego Casagrande diz que o governo Dilma acabou

O jornalista gaúcho Diego Casagrande, mesmo em viagem, resolveu fazer uma breve pausa das férias para dividir com seus leitores e ouvintes o que está pensando agora, e que é preocupante ao extremo em relação aos escândalos mais recentes do Petrolão. O material encontra-se no Facebook do jornalista. Leia tudo a seguir - Após ler mais e mais sobre o lixo que assola nosso país, não creio que exista saída com o atual governo. E verdadeiramente não há mais volta. O governo acabou. Não há mais legitimidade. Não há vergonha. Não há respeito. E não é por razões econômicas apenas, por ter destroçado a economia, por trazer de volta a inflação e a crise, mas por razões de ordem moral. O brasileiro honesto que paga impostos não pode mais ser escravo de tiranos travestidos de democratas. Não é possível sermos saqueados enquanto aplaudimos feito focas amestradas. Tem de haver consequências para delinquências políticas de tamanha gravidade como a Petrobras. Não se trata de gostar ou não da presidente e de seu partido, de concordar ou não ideologicamente com este ou aquele, de querer, desejar, de torcer para que dê certo ou não. Nada disso. É mais sério e mais profundo. A democracia, as instituições e a República estão se esvaindo nas mãos daqueles que fizeram do país um prostíbulo com o nosso suado dinheiro. CLIQUE AQUI para ler tudo. 

7 comentários:

Anônimo disse...

Esses petralhas corruptos, tudo o que metem a mão acaba em desgraça. Da mesma forma que acabaram com o RS e o DF, estão dando jeito de acabar com o Brasil. Mas antes estão arrumando suas vidas. Fora pete!

Rigor Crítico disse...

Raciocínio sobre "Para o governo, não cria constrangimento algum": 1. O aglutinado Lula&PT não ficou nada constrangido quando abandonou o esperançoso eleitoreiro "Fome Zero" apesar de ter percorrido o Globo para um programa mundial; 2. Realmente nada de fato que L&PT apareceu por sua iniciativa "enterrado até o pescoço" no período 2003-14 proporcionou constrangimentos; 3. Ocorre que o "ficar constrangido" está diretamente (ação-reação) pertinente ao ficar ruborizado/corar ou se envergonhar ou se aperceber da fria em que se meteu; 4. É que essas são reações impossíveis para Lula já que sempre se coloca como ex-metalúrgico, filho de mãe analfa, retirante do sertão, sem estudo formal, saído do meio dos pobres; 5. Todo indivíduo que por seu voto livre e bem pensado promoveu Lula nas eleições de 2002/06/10/14 é um tipo de mente petezada; todo petezada se faz um de mente desprovida de constrangimentos relativos aos atos, tratos e destratos de Lula; 6. A esperteza (pura idiotice!) do petezada está no comportamento de se auto interditar acessos aos veículos informativos, de modo a evitar se inteirar dos fatos de interesse geral cotidiano; 7. Enquanto a petezada se fez destaque por perfazer massa de 60% a 70% da população foi possível fazer regra a falta de constrangimentos na sociedade; 8. Só que agora/2015 a petezada está “à beira da caçapa” o que os torna vulneráveis/constrangidos e então somente “no governo ninguém se constrange”; 9. Daí então figurar a “massa petezada” como uma peça de cristal daí que se trinar não tem mais volta, vai rachar e espatifar

Anônimo disse...

Acabou, com certeza, está desmoralizado.
Renúncia seriu a forma digna de sair, como desconhecem dignidade, vão ter que ser retirados.

Anônimo disse...

"Acabou", mas não terminou!!! Aliás, quem vai tirá-la de lá? O Congresso? O STF? As Forças Armadas? Ora, seu Diego, caia na real, essas instituições são todas CONTROLADAS PELO PT!!!!

Anônimo disse...

Não dá para acreditar na imprensa. Seja ela qual for.Dou como exemplo o caso do Reitor Becker da Ulbra. A imprensa fez um estardalhaço; a Polícia Federal, midiática como é, aproveitou para aparecer e crucificar o pobre homem. Os caras a Procuradoria da Fazenda Nacional (aliás o cargo de Procurador Regional é vitalício? O que ocupa esse cargo naturalmente está lá a vários governos) aproveitaram a onda e destruíram um modelo de universidade. E no que deu, além de todo esse estrago? Desafio alguém a mostrar alguma condenação da pessoa (ex-Reitor Becker) que foi chamado de ladrão, quadrilheiro, estelionatário e várias outras calúnias. E alguém da imprensa, da Polícia Federal e da Procuradoria da Fazenda Nacional foi punido, ao mesmos administrativamente? Cuidem do que a imprensa diz. Ela sempre tem um lado. E, muitas vezes, o lado errado, mas nunca admite o erro. Inclusive o editor, que caluniou, por inúmeras vezes, aquele pobre cristão, que, atualmente, está na miséria.

Anônimo disse...

Esse governo não tem mais autoridade moral para continuar a frente do país. Acabou.

Anônimo disse...

E quem vocês acham que vai tirar o PT de lá? O Congresso, o STF? Piada. Tu nós já dominamos. Dos dez ministros atuais do STF, seis são nossos.