Opinião do editor - Com o governo encurralado, é hora de ganhar também as ruas

CLIQUE AQUI para ler, também, "Lavanderia oficial", Renato
Andrade, Folha de S. Paulo.
CLIQUE AQUI para examinar análise "Governistas falam em roteiro para atingir Dilma e Lula.

A aprovação de mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias, obtida no final da madrugada desta quinta-feira, não sustou ou debilitou a escalada de críticas e confronto políticos entre a oposição parlamentar e extra-parlamentar e as forças obscuras que apoiam o governo do PT

. Apesar da vitória parlamentar, evitando a imputação de crime de improbidade sobre Dilma, como era de direito, o governo segue acuado porque perde legitimidade a cada nova denúncia sobre corrupção dentro e fora de casa, ou seja, no PT.

. Nas jornadas desta semana no Congresso, só a oposição falou. Deputados e senadores governistas calaram no plenário e nas tribunas, vendendo-se por miseráveis emendas parlamentares que valeram R$ 748 mil por cada um.

. A oposição faz coro no que descobrem a PF, o MPF e a mídia, tomando corpo na revelação de denúncias provenientes da Operação Lava Jato, conseguindo com isto manter o oficialismo sob fogo cerrado.

. Os sinais de oposição verdadeira e consequente são evidentes.

. Mesmo que suas principais lideranças ainda considerem insuficientes as condições políticas e jurídicas para abrir processo de impedimento, as operações de desgaste movidas pela oposição expõem as entranhas criminosas do governo, do PT e dos seus aliados.

. A ideia é se jogar de corpo e alma no enfrentamento, visando ganhar também as ruas, o que forçaria o governismo a ceder, como aconteceu em junho do ano passado.

. Tampouco não devem restar dúvidas sobre a necessidade de desconstruir o PT e o ex-presidente Lula, expurgando-os da vida política e partidária brasileira, já que se tornaram entes anti-democráticos, ilegais e criminosos, a serviço do mal.

. A inação governista desde o final de outubro, quando ganhou a eleição e perdeu a legitimidade, favorece as ações parlamentares e extra-parlamentares.


. A oposição sente-se mais forte em seus ataques, dedica-se a explorar as contradições e vulnerabilidades da esquerda, toma gosto por fazer política recorrendo à disputa aberta do Estado e da sociedade.

8 comentários:

Anônimo disse...

A Dilma reclama da oposição que não se cala porque acabou a eleição. Ora, a eleição acabou, mas a corrupção continua, além disso ela publicou um decreto, jamais visto neste País, liberando verbas para os parlamentares que votassem a favor da PLN 36. Uma compra de votos. Ela quer o que? Que todo o povo compactue com essa arbitrariedade?

Anônimo disse...

nao da, Polibio...

os partidos politicos da oposição ainda se recusam a fazer politica...

ficam de fora das manifestações quando teriam que ser eles a encabeça-las...

o resultado disso é a briga que ja acontece entre manifestantes por falta de comando, pois ninguem aceita ser "mandado" por ninguem, sem contar a falta de objetivos claros...

o PT ainda tem o poder de hipnotizar a oposição e fazer com que fiquem com medo de liderar uma manifestação popular...

esse negocio de manifestação popular que brota do povo é só mais uma das nossas jabuticabas...

sindicatos, ONGs, associações, agremiações, mídia enfim, essa gente que tem o poder organizar uma manifestação estão todos sob o relho do PT regados à muito capilé publico, quem sabe ate pagos com o dinheiro do Petrolao, por isso todos ficam mudos e quietos pois, se pedirem apuracão da roubalheira, eles podem cair também...

os petistas não são burros, sabem como atrair o rato para a ratoeira fazendo uma fila de coniventes e envolvidos, o que gera cumplicidade, que na verdade é o que acaba por manter de pé um esquema gigantesco como esse...

todos temem o efeito dominó...

Anônimo disse...

Estela, Estela, por que te fazer de donzela? Vives num prostíbulo e quer que acreditemos que és a mais virgem das vestais? Mostraste na votação da irresponsabilidade fiscal, que não passas de mais uma de um bordel!

fred oliveira disse...

O debate de idéias não pode parar. A hora de mostrar quem é o pt, Lula e Dilma, e o que eles representam, é esta.

Anônimo disse...

É a hora da oposição pintar e
bordar, colocando marcas a fogo
na paleta dos petralhas e deixá-los reduzidos ao que realmente
são:ladrões, bandidos. Não tem
mais aquela baboseira de "golpe",
de direita e blá-blá-blá, porém a palavra golpe é muito adequada
para livrar o Brasil dos ladrões,
UM GOLPE NA QUADRILHA!

Anônimo disse...

Neste momento histórico do Brasil o PSDB do RS é um bando de mediocres, de covardes envolvidos em votações contra o povo, um partido sem liderança e sem propostas ...um bando de barnabés..em troca de uma migalha ..vergonhoso este partido no RS que não respeita a história que já teve Mario Covas e Teotonio Villela



Anônimo disse...

Os petistas realmente tem pouca capacidade para raciocinar. Eles querem que Azeredo, em Minas, seja culpado pelo caixa 2 de sua campanha , mas querem isentar Dilma pelo uso do propinoduto praticado pelo PT para financiar sua campanha. Sem contar que o acerto de contas de sua campanha em 2010 foi ajeitado pelo Lewandowski. Houve mutreta, e, como os petistas gostam de fazer, abafam, e contam com o esquecimento.

Anônimo disse...

Vou abandonar o seu blog, Polibio! Meus comentários não estão sendo postados, mesmo o teor dos mesmos se pautar pelo alto nível. Agora, se você não gosta do conteúdo dos mesmos, fazer o quê? Vai fazer que nem o Reinaldo Azevedo, o qual só posta comentários favoráveis a ele e ao seu PSDB?
A eleição acabou, Polibio.