Pressão sobre colonos antecede audiência pública do Senado e Câmara em Santa Cruz

Há enorme pressão sobre os colonos de Santa Cruz do Sul e Sinimbu para que não falem esta tarde, 14h, quando abrir a audiência pública que Senado, Câmara dos Deputados e Cãmara de Vereadores realizarão em Santa Cruz.

. 6.300 pequenos agricultores que passaram procurações a entidades da área, lideradas por quadros do PT, foram fraudados em empréstimos tomados do Pronaf junto ao Banco do Brasil. Pelo menos 10 colonos se suicidaram. A Polícia Federal abriu investigações via Operação Colono, mas foi impedida de cumprir mandatos de busca e apreensão no dia 2 de outubro. O STF não queria que a PF investigasse o deputado Bohn Gass, PT, porque ele tem foro privilegiado. O PT do Vale do Rio Pardo está todo envolvido no escândalo.

4 comentários:

Cap Caverna disse...

Esse PT não é e nem nunca foi partido politico e sim uma quadrilha formada por marginais da mais alta periculosidade. Ou nós nos livramos do PT ou eles acabarão com o Brasil1 Petistas de todas as faixas e niveis, são energumenos e charlatões!

Anônimo disse...

Só que não adianta socorrer esses b que caíram no conto dos petistas. Pergunte se eles e seus familiares não votaram na Dilma, no Tarso, no Senador do PT e algum deputado petista. Não vale a pena perder sono por esse pessoal.

Anônimo disse...

mas não é do interesse dos próprios colonos essa audiência?

é preciso ainda colocar pressão nessa gente para ir à uma audiencia que é do seu próprio interesse???

pelo amor de Deus, fechem essepaiz e joguem a chave fora...

Anônimo disse...

Fui criado em meio a colônia alemã. A característica destes colonos era matar cobra morta, atacar só em bando. Homem a homem e cara a cara sempre deu uma tremedeira neste pessoal, se
escafediam. Parece que por este
lado, nada mudou, inclusive o
Deputado petralha de origem alemã que causou o problema, em bando, agora que chegou a hora de botar para capar amarelou, fugiu, escafedeu-se. Tudo como era antes.
Vamos lá, alemoada, se estão certos (e estão), mãos a obra!
Tem a ver com a formaç]ão