Tuma Júnior conta que Tarso Genro, seu chefe, não passa de um grilo falante

Em 2008, o ministro da Justiça do governo Lula, Tarso Genro, atual governador do RS, passou a pressionar seu secretário nacional da Justiça, Romeu Tuma Júnior, para que ele formasse um dossiê e com base em dados preliminares obtidos sobre o escândalo da Alstom e depois vazasse tudo para a imprensa, com o objetivo claro de prejudicar a eleição de Gilberto Kassab ao governo de São Paulo, favorecendo Marta Suplicy.

. Por tabela, também atingiria a campanha tucana de Geraldo Alckmin e de Serra em 2010.

. Marta perdeu o pleito.

. O episódio é contado em detalhes no livro “Assassinato de Reputações”. Na página 172, escreve Tuma Júnior:

- Eles começaram a me pressionar para deixar vazar a informação e me neguei. O ministro da Justiça, Tarso Genro, estava me pressionando pessoalmente, vinha à minha orelha como um grilo falante.

. O que Tuma Júnior teria a ganhar com o ato criminoso ? Ele explica:

- A mim ninguém vinha oferecer propina porque senão eu metia a jão na cara do sujeito e prendia em flagrante. Por isso vinham doces.

. E começou a sair na imprensa que vinha informação da Alstom envolvendo os tucanos.

. O secretário nacional da Justiça cobrou do governo da Suiça informações sobre o caso, mas eles responderam que ainda não tinham enviado nada.

. Tuma Júnior procurou Tarso Genro:

- Ministro, eles têm que respeitar a autoridade central brasileira para cooperação jurídica em matéria penal, que é a minha secretaria.

. Os documentos acabaram chegando na secretaria nacional da Justiça. Tuminha mandou lacrar tudo. Era via única. Ele queria testar quem é que vazaria e enviou uma cópia para o Ministério Público Federal, para o procurador Aragão.

. No mesmo dia a Folha e o Estadão receberam cópias pelas mãos da secretária do procurador, Sônia Filgueiras, que depois de algum tempo foi trabalhar no gabinete da jornalista Tereza Cruvinel, mulher de confiança do então ministro Franklin Martins, homem de Tarso, de Lula e de Gilberto Carvalho. Conta Tuma Júnior:

- Foi o próprio governo, o ministro Tarso Genro e os seus companheiros, que deram ordem para ela vazar. É um toma-lá-dá-cá dos diabos.

. Sônia Filgueiras, antes de vazar, procurou Tuminha no gabinete, fazendo questão de incluir na agenda de visitas o seu nome, visando comprometer o secretário nacional da Justiça. Ele conta que só não acabou na roda porque vazou a conversa que gravou com a secretária, sem ela saber, prevendo o pior.

9 comentários:

Anônimo disse...

Boa definição : grilo falante !
Sempre com a cara fechada, para parecer sério !
E vai levar uma pensão vitalícia !

Anônimo disse...

Bom agora chegou a hora do MPF se manifestar, pois está claramente descrito um fato criminoso com autoria e tudo mais.
Ou vazamento de documentos protegidos por sigilo não é mais crime?
É talvez que no governo petralha não seja, pois já temos o exemplo do Francenildo e outros mais.
Será que o MPF vai fazer alguma coisa?
Esperemos.

Anônimo disse...

Por acaso o caso Alstom é verdadeiro. Foi preciso a Justiça da Suiça levantar a lebra e condenar funcionários de alto escalão da empresa para que a imprensa marrom glace brasileira divulgasse as condenações e, por via de consequencia o Trensalão dos TUC ANUS do Estadão de SP. Errado o 171 Tuma Jr, certo o governador Tarso Genro. Ou a Justiça da Suiça está mentindo?


Anônimo disse...

Troca o disco, editor.

Luiz Vargas disse...

PeTralha CC do gabinete digital:
É só tu não acessar este site que não precisas te preocupar com a "troca de disco".

Justiniano disse...

Para fazer companhia ao grilo falante (tarso) temos o pinóquio (lula)!!!

Falando em pinóquio cadê o Lula???
Está sumido faz muito tempo. Não escreva, não liga, não manda e-mail!!

Muito estranho esse silêncio (presos mensalão + livro Assassinato de Reputações). Abalou a imunidade e estará muito doente???

Ou será que anda verificando as condições da penitenciária da Papuda, pois seus comparsas certamente estão sentindo muito falta do cumpanhero.

Unknown disse...

Anonimo das 00:58. O editor nao troca o disco porque nao tem outro pra TOCAR. E eu, por aqui, esperando que o editor publique suas previsoes. Ate a Mae Dinah ja publicou. E o editor sabe, que sem as previsoes catastroficas dele, minha vida nao andara neste 2014.

Anônimo disse...

Tem novo disco, o das tungadas das Cadernetas de Poupança, anonimo das 00:58.

Então, anonimo das 00:58m o larápio (cef) devolveu o dinheiro?

Anônimo disse...

Sbarbi, mande a Dilma devolver todo o dinheiro das poupanças!