Iguatemi terá que aplicar R$ 12 milhões na cidade para investir R$ 150 milhões na ampliação do shopping

- O caso do Iguatemi foi investigado no caso da Operação Concutare (fac simile ao lado), Polícia Federal, cujo inquérito já está em poder da Justiça Federal. A investigação não encontrou nada de errado no empreendimento. A ação da PF só tratou do assunto porque a Multiplan, dona do BarraShoppingSul, interessada também em bilionária expansão na zona Sul de Porto Alegre, demonstrou interesse no projeto e atenção aos embaraços criados para o concorrente. O BarraShoppingSul, este sim, é objeto central na Operação Concutare e terá muito o que se explicar.

Depois de ter resolvido o impasse que durou quatro anos, desde que apresentou seu projeto de expansão na prefeitura  em 2008, os empreendedores do mais antigo shopping center de Porto Alegre, Iguatemi, anunciaram oficialmente nesta quinta-feira que começaram as obras.

. O problema sempre foram as medidas compensatórias previstas no EIA-Rima aprovado pela prefeitura, que exigiam entre outras coisas a duplicação da Anita Garibaldi até a João Wallig, uma obra de R$ 9 milhões.

. No total, as ações mitigatórias foram calculadas em R$ 16 milhões. O valor correspondia a pouco mais de 10% do valor da expansão, índice considerado de bom tamanho em empreendimentos do gênero. O Iguatemi nunca aceitou o valor. 

. Daí o impasse.

. O caso acabou resolvido por R$ 12 milhões, segundo informaram os administradores da Empresa Iguatemi, dona de 40% do negócio.

. Ninguém explicou que tipo de negociação foi acertada para a redução do valor. 

. O Iguatemi receberá investimentos de R$ 150milhões, terá mais 90 mil m2 (serão 200 mil m2 no total), gerará mais 2.500 empregos (serão7.500 no total) e contará com mais 100 lojas (373 ao final da obra), além de uma torre de escritórios de 170 mil m2 de a´rea construída em 10 andares. 

10 comentários:

Anônimo disse...

Acho que alguém "viajou"... torre de 170 mil m2 em 10 andares... não seriam 17 mil m2?



Anônimo disse...

dá uma olhadinha em qual candidato a vereador (hoje secretário) recebeu muito dinheiro da Multiplan

Anônimo disse...

Sim, a Antia Garibaldi vai continuar sem ligação direta com o Iguatemi e o transito da Nilo Pecanha e arredores vai ser um caos ainda maior. Prefeitura incompetente.

Anônimo disse...

A Anita Garibaldi vai continuar sem ligação direta com o Iguatemi, que é o que estava planejado ha muito tempo. O simples alargamento da Anita em nada ajuda. Prefeitura incompetente!

Anônimo disse...

Mais centenas de automóveis, sem ligação com a Anita, por essas e por outras larguei cidades grandes já faz um bom tempo.

João Coragem disse...

A Anita não terá extensão até João Wallig se não quiserem. Não existe complexidade técnica na via paralela ao muro do Country Club, obrinha que em SP fazem em dois meses.

Anônimo disse...

Puxa... 17 hectares (170 k m2) de área construída numa torre de 10 andares... acho que foi a assessoria megalomaníaca da Dilma que mandou esta nota.

Luiz Vargas disse...

É uma maneira safada de uma prefeitura loteada entre partidos sem programa partidário e sem projeto de governo, quebrada e empanturrada de CC's conseguir fazer alguma coisa contando com o dinheiro do bolso daqueles que são empreendedores.
Não causará espanto algum, num futuro não muito distante, propagandas multimilionárias e enganosas da prefeitura botocuda avocando para si a realização de obras na qual não colocou um pila sequer.

Anônimo disse...

12 milhões é pouco. No mínimo 20 milhões!!!

Anônimo disse...


. Ninguém explicou que tipo de negociação foi acertada para a redução do valor. ?????????

Como ficaram as compensações da AOS na Arena do Grêmio.?????????