A gauchada parece desatenta sobre os novos royalties e o pré-sal

O deputado Alceu Moreira, PMDB do RS, coordenador da Frente Parlamentar do Pré-Sal, continua perplexo com o silêncio dos governadores diante da iminente votação do projeto que redistribui o atual sistema de royalties do petróleo.

. O projeto por pouco não foi votado esta semana.

. Esta discussão toda nasceu de proposta desenhada pelo ex-deputado gaúcho Ibsen Pinheiro.

. O boicote parte do governo federal e dos governos do Rio e Espírito Santo.

.  O governador Tarso Genro só fala sobre o assunto por dever de ofício, mas foge das discussões como o diabo foge da cruz.

. E no entanto o RS tem interesse fantástico no assunto, porque saindo a nova lei, os valores que recebe atualmente de royalties, pulará de R$ 93 milhões para até R$ 1,5 bilhão por ano, por força das explorações que já ocorrem e ocorrerão em muito maior quantidade no pré-sal.

. Todos os dias já são extraídos 180 mil barris de petróleo de poços do pré-sal. O petróleo é retirado de superfícies muito profundas (3 mil metros de água e 4 mil metros de rocha). Os campos do pré-sal espalham-se do Espírito Santo ao litoral de Santa Catarina.  As descobertas elevaram as reservas nacionais a 31 bilhões ede barris, mas imagina-se que outros 87 bilhões serão descobertos.

. Não há nada igual no mundo.

. É de olho nisto que está o deputado Alceu Moreira, mas também os empreendedores, profissionais e administradores públicos e privados brasileiros e estrangeiros. Até o final desta década, serão US$ 270 bilhões em novos investimentos.

. Desde o governo Rigotto, que primeiro falou no Pólo Naval de Rio Grande, passando por Yeda e agora por Tarso, o RS aposta muito em capturar fatias maiores de encomendas, investimentos locais, implementação de centros de pesquisa e formação de mão-de-obra. Há uma infinidade de oportunidades para emrpesas de todos os tipos e tamanhos.

- O editor sabe que dezenas de empresas, sobretudo indústrias do RS, já fornecem para o pré-sal. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Mas alguém acha mesmo que esse pré-sal vai dar em algo dentro do próximo século ????

Anônimo disse...

A gauchada trocou o cérebro por Grenal...

Anônimo disse...

O termo "redistribui" é muito generoso para o caso. E outra o deputado que vá atrás de pré-sal lá na sua orla ao invés de ficar de "olho" e "redistribuir" o que é dos outros...

Anônimo disse...

Esperar algo destes gaúchos toscos que acreditam em tudo o que a RBS mostra? E não acreditam caso ela não mostre? A maioria é classe media do interior e estes são uns coitados. Pobre não conta e rico viaja. Os coitadinhos acomodados que tomo seu çimarão e corem de auto na rua, ou usam camiseta do Grêmio ou usam camiseta do Inter até em casamento, não pensam mais. A RBS pensa por eles...

Anônimo disse...

o Rio Grande do Sul, está sem governo desde quando? responda e vote em branco, para que não seja idiota de novo.

Anônimo disse...

GAUCHADA "PETRALIZADA" ATENTA?

QUANDO? ONDE?

O EDITOR PODE INFORMAR MESMO QUANDO A GAUCHADA PETRALIZADA FOI "ATENTA"?

AGUARDAREI A GENTILEZA DA RESPOSTA.

QUEM SOUBER RESPONDA.