Ministérios Públicos e Defensoria Públicas exigem mais lockdown em SC, mas governador resiste

A foto desta manhã é da praia de Jurerê, Florianópolis, completamente deserta, a não ser por meia dúzia de recalcitrantes.


Sobre a recomendação de um lockdown de 14 dias em Santa Catarina, realizada na última sexta-feira pelos Ministérios Públicos Federal, Estadual e junto ao TCE, mais Defensoria Pública, o governo de Santa Catarina respondeu que “é necessária a avaliação da eficácia das medidas já adotadas, especialmente o decreto 1.172”, que suspendeu as atividades não essenciais neste e no próximo fim de semana.

MPE e Defensoria não explicam que tipo de "comitê científico" ou "comissão de notáveis" os assessoram ou se apenas emitem suas opiniões na base do achômetro.

O lockdown de Santa Catarina é de apenas 48 horas e começou ontem, 23h, devendo repetir-se no final da semana que vem, bem ao contrário da draconiana decisão do governador Eduardo Leite, que decretou uma semana de fechamento.

Os números da pandemia são semelhantes em SC e no RS, pelo menos em relação a índices de ocupações de leitos hospitalares e de UTIs/.

CLIQUE AQUI para mais informações. 

34 comentários:

Anônimo disse...

Agora os governos terceirizaram COVID
Para população
Eles não precisam fazer mais nada.
Só trancamento e ficar em casa.

Anônimo disse...


Lockdown! Em cartaz, EM BREVE, no Brasil:

ATAQUES AOS CAMINHONEIROS DE LINIERS AUMENTAM NA VENEZUELA DO SUL!

https://www.youtube.com/watch?v=64w1kgoM4gg

Anônimo disse...

Em breve aqui no RS, enquanto houver um pequeno empreendedor eles não sossegarão.

Murilo disse...

Fecha pra sempre,tira o auxílio emergencial e corta o salário dos funcionários públicos...
Garanto que vão pedir para abrir amanhã !

Anônimo disse...

Governo federal para de dar dinheiro nãos governadores, termina a palhaçada.
Agora a turma de “trabalhadores” da 1ª classe, geladeira cheia, salário normal na conta no final do mês, estes querem “ficar em casa” resto da vida.

Anônimo disse...

Fecha tudo, inclusive o pagamento dos impostos.

Anônimo disse...

" leitos hospitalares e de UTIs/."

UM ANO PRA RESOLVER ISTO, seus IMBECIS, SAFADOS!

VOCES POLITICOS serão JULGADOS PELA HISTÓRIA, nojentos de toda a espécie!

Unknown disse...

MPF é MPE queremos saber onde estão os 30 milhões da saúde para comprar UTI é respiradores para salvar vidas

Anônimo disse...

Já foi provado que Lockdown não impediu a continuidade da disseminação do Vírus Chinês. Há outros interesses em jogo. Até porque o Funcionalismo Público está parado a 1 ano recebendo todo seus salários em dia. Porquê voltar trabalhar? O que a burrice desses Governadores não consegue entender é que definir horário é que da aglomerações. Todos enxergam, menos o Governador.

Anônimo disse...

Cortar Salários do Funcionalismo Público. Um ano parados e recebendo é demais Sr. Governador. Não há desempregado que aguente pagar com altos Impostos essa pouca vergonha.

Anônimo disse...

Também quero ficar em casa mas não posso.
Gostaria que o TCU , STF , STJ , MP e mais o raio que os parta fizessem uma proposta de redução substantiva em seus vencimentos de modo a patrocinar a permanência em suas casas de boa parcela da população.
Observação: se a população vque trabalha encher definitivamente o saco não haverá salário para ninguém.
Talvez este seja o caminho.

Anônimo disse...

É tudo fucnionário público. Durante um ano eles não deixaram de receber 1 centavo dos seus salários sem trabalhar.
Agora, os vagabundos querem que você fique trancado em casa esperando esmola do governo.

Anônimo disse...

Essa turma do MP e Defensoria Pública deveria ter seus salários solidários às restrições que querem impor aos demais. Restringe o funcionamento do comércio para metade do dia? Teu salário será cortado pela metade, até porque está cortando o faturamento de quem paga o teu, e portanto vai faltar dinheiro mesmo para te pagar, o corte tem que ser proporcional, senão o governo terá que tirar dinheiro da saúde para te pagar o salário. APOSTO que jamais proporão fechar um bolicho de esquina sequer depois disso.

RESPINGOS disse...

Na próxima vez tira a goto as 11 horas para ver se estava vazia

Anônimo disse...

MP é mais um poder, cagando leis, que o contribuinte precisa sustentar com pagamento de impostos.
Outro bando de parasitas.

Anônimo disse...

Pedirão imediatamente.
País de irresponsáveis.


Anônimo disse...

Governador, só aceite se os lunáticos abrirem mão de parcela substancial dos seus vencimentos, em solidariedade aos trabalhadores de verdade, os do setor privado, que os mantém com seus impostos.

O mesmo vale para o RS.

Anônimo disse...

O STF não decidiu que quem decide é o governador e o prefeito? Ou será que até juiz de futebol decide.

Anônimo disse...

Moises resista!!!

esse pessoal vai quebrar o Estado.

Anônimo disse...


Esse pessoal do MP e Defensoria Pública precisa perder essa mania de querer aparecer a custa da pandemia e deixar que as autoridades de verdade que são as AUTORIDADES ELEITAS, que tem o mandato popular, decidam pela população.

Anônimo disse...

Porque será que só quem tem salários garantidos como funcionários públicos, querem decidir a vida de quem precisa trabalhar?

Fredoliveira disse...

Primeiro, o minist3rio público tem que mostrar a base científica disso. Não falam tanto em ciência? Segundo, concordo com o leitor acima ao propor fechar tudo é cortar os salários gordos e certos dos funcionários públicos, começando pelos da justiça. Penso que o lockdow não dura dois dias

Anônimo disse...

ninguem aguenta mais!!!!!

chega desse negocio!!!

o supermercado esta aberto, mas a lanchonete do supermercado, com poucas mesas e cada um longe uma da outra, estava hoje inexplicavelmente fechada!!

nao ha mais logica alguma nessa maluquice (sim, ha maluquice com ate alguma logica)...

como perdeu-se o poder politico para esse negocio de comite, junta medica, especialista?

ninguem votou nesse pessoal, eles nao tem o direito de arrebentar com a vida das pessoas...

nao ha solução geral e coletiva apra esse negocio, a solução é individual, com cada um cuidando de si, que é o que se esta fazendo...

quem tem muuuuito medo de sair, fique em casa...

aumentem o numero de leitos, é um absurdo temos praticamente o mesmo cenario de 1 ano atras!!

militares montam hospitais de campanha ate mesmo para cirurgias, como nao se consegue montar hospitais para tratar do virux xineix???

Anônimo disse...

quem tem salario garantido nao pode pedir fechamento de atividades de onde as pessoas tiram o seu sustento!

nao pode!!!

um pequeno salao de cabeleireiro fechado tres dias ja da um tremendo prejuizo, porque as contas continuam ativas, nao sao suspensas...

Anônimo disse...

Os governantes estão provocando uma revolta popular, estilo revolução francesa.
Só espero que quando eclodir, não sobre NENHUM descendente de Magalhães, Calheiros, Gomes, Covas, Neves e outros ovos de serpentes!

Anônimo disse...

precisamos urgente acabar com isso ou ficaremos presos para sempre!!!

o caminho natural em uma democracia sadia seria recorrer ao Judiciario, inundando os tribunais com ações individuais...

mas como recorrer à quem apoia essa tirania e que deu todos esses poderes imperiais para simples prefeitos?

quais sao as chances de se obter uma vitoria e, especialmente, ser ela corroborada pela instancia superior?

nenhuma!

estamos perdidos, fomos venezuelados!

Anônimo disse...

Vaza do país. Me lembrei que não dá.

Anônimo disse...

Ignacio LuLLAS DA SIKVA TB

Anônimo disse...

Os procuradores substituem os médicos e outros especialistas.

Anônimo disse...

INCLUA aí Lula da Silva e sua gangue, anônimo das 16:24!

Polibio e Manucomunista contra o 45 disse...

Políbio, quando se tem o salário certo depositado fica fácil recomendar que o outro que não se ferre! Os doutores pensam em decretar Lockdown nos seus benefícios?

José Corrêa disse...

Nenhum estudo científico sustenta o lockdown!!!

José Corrêa disse...

Cortem os salários daqueles que só querem ficar em casa!!!

Anônimo disse...

É muito fácil pedir lockdown quando se tem o salário garantido todo mês na conta, bancado pelos contribuintes que na sua grande maioria tem que vender o almoço para garantir a janta.