Secretários municipais de POA conhecem projeto de veículos elétricos

Os secretários municipais de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, de Parcerias, Ana Pellini, e o adjunto de Mobilidade Urbana, Matheus Ayres, conheceram, nessa sexta-feira, o projeto da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) sobre a utilização da mobilidade elétrica. O projeto apresentado vem sendo aplicado em outras cidades e propõe soluções que podem ser adotadas tanto para micro mobilidade como de forma mais ampla.

A partir do que foi demonstrado pelo presidente da ABVE, Adalberto Maluf, o secretário Schirmer solicitou que a associação exponha experiências já desenvolvidas em outras cidades que possam embasar um modelo a ser estudado para o Centro Histórico de Porto Alegre e a Orla do Guaíba. 

“Uma das prioridades da gestão do prefeito Sebastião Melo é a mobilidade. Não temos dúvida de que o veículo elétrico veio para ficar, e quem sair na frente terá ganhos de diferentes naturezas. Vamos analisar a possibilidade de inserir essa tecnologia em Porto Alegre, sobretudo para resolver problemas de micro mobilidade”, afirmou. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Puts

Arrumaram uma boquinha pro schirmer ...

Anônimo disse...

O Bozo não tem nenhum projeto para carro elétrico. Explora o povo, junto com governadores, na questão da gasolina. Precisa da gasolina cara para cobrir despesas.

Anônimo disse...

´Nossas redes e estruturas elétricas são bem problemáticas mesmo com a baixas demanda dos últimos 8 anos. De onde sairá a eletricidade para um aumento significativo de demanda com a adesão aos carros elétricos?

Anônimo disse...

E outra boquinha para Ana Pellini..

Sempre os mesmos. Por isso nunca saímos do lugar..

Anônimo disse...

"Não temos dúvida de que o veículo elétrico veio para ficar,..."
É mesmo? Já compraram algum motorzinho a diesel para gerar energia elétrica?

Tem que desmscarar esses farsantes. Enquanto por um lado posam de salvadores do planeta, do outro lado estão queimando carvão para energía.

Anônimo disse...

"Nossas redes e estruturas elétricas são bem problemáticas mesmo com a baixas demanda dos últimos 8 anos. De onde sairá a eletricidade para um aumento significativo de demanda com a adesão aos carros elétricos?"

Isso até agora ninguém explicou. Eles vão construir usinas termelétricas para queimar carvão ou diesel para gerar energia. A enrgía eólica e solar não cobre nem 10% da demanda.
Nas condições atuais não seria possivel mais construir uma hidrelétrica como Itaipú por causa desses militantes vermelhos que fingem se preocupar com a vida das pessoa.