Polícia Federal investiga delegado que fraudou incriminação de deputado amigo de Bolsonaro

A Polícia Federal investiga o delegado Leonardo Tavares, lotado na Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários (Deleprev) no Rio de Janeiro, como o principal suspeito de incluir o nome do deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), próximo ao presidente Jair Bolsonaro, de forma fraudulenta num inquérito do Rio.

Bolsonaro quer candidatar o deputado para a prefeitura do Rio, ano que vem.

A informação é do jornal Estado de S. Paulo.

A investigação, que partiu de uma determinação do ministro Sergio Moro, apura suposta fraude de policiais federais numa investigação. A suspeita é que tenha havido a tentativa de direcionar uma investigação de crime previdenciário para um alvo chamado “Hélio Negão”, mesmo apelido usado pelo deputado Hélio Fernando Barbosa Lopes (PSL-RJ), amigo do presidente Jair Bolsonaro. A inclusão fraudulenta teria como objetivo colocar o governo federal contra a superintendência da corporação no Estado. O órgão esteve no centro de um embate entre a PF e Bolsonaro em agosto, quando o presidente anunciou que substituiria o superintendente regional Ricardo Saadi.

6 comentários:

Mordaz disse...

Mas o Hélio Negrão fala?

Anônimo disse...

Falcatruas, roubos, gatos de energia, telefonia, internet . . . .

Este pais creio que não muda, vivemos uma utopia de sociedade.

José Corrêa disse...

Ora, ora, ora ...

Eis que se mostram os PF's PTbas!!!

DesPTização já!!!

Anônimo disse...

Coisa nojenta o que estão fazendo com a familia Bolsonaro e seus conhecidos, investigam e fazem propaganda do Flavio em que o Queiroz movimentou 600 mil, entrada e saida do banco, virou 1,2 milhões e não investigam e nem dão um pio nas movimentações de até 49,2 milhões de outros partidos, a COAF denunciou mais de 20 Partidos que movimentaram, a Esquerda podre e os hipócritas só falam do Queirós, o Brasil está podre.

CAP CAVERNA disse...

Essas sujeiras e mentiras, fazem parte dos trinta anos de infiltração comunista no Brasil. Um dos mais fdp, dessa era, é o FHC, e o comparo com o Luladrão, só que mais polido culturalmente, mas tão ou mais canalha que ele. Agora para limpar e desentocar este vermes, vai levar muito tempo. Esses desgraçados comunistas alienados psicologicamente, devem ser expulsos de suas funções e que vão catar lixo para comer e sobreviver.

Unknown disse...

Temos um longo caminho para tornar nossa sociedade honesta e digna mas conseguiremos