Governo Leite acha que vai cair a liminar do TJRS contra o congelamento das despesas

O governo estadual gaúcho está confiante nos bons resultados da reunião que o presidente do STF agendou com o governador Eduardo Leite e com o presidente do TJ do RS, Carlos Duro, tudo para discutir o congelamento das despesas de todos os Poderes.

O TJRS não quer congelar nada.

Caso não haja acordo, Leite acha que cairá a liminar do TJRS contra o congelamento.

"O TJRS é parte interessada e nem poderia ter julgado o caso", ensina o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha.

6 comentários:

Adilio Faustini disse...

No Brasil o poste anda urinando no cachorro. Não deveria ser do TJ a responsabilidade de fiscalizar e cobrar do poder executivo o controle das contas Públicas? Não é por acaso que o RS está endividado.

Anônimo disse...

O cunha não está preso? 🤔

Anônimo disse...

Tetas ardentes.

Anônimo disse...

Com a provável manutenção da liminar e com a negativa do STF para redução salarial de servifores, Leite deverá tomar vergonha na cara e cortar sucumbências de procuradores, adicionais de substituicao titularidade de delegados, adicionais de cargos desconfiança etc. Leite perdeu credibilidade por querer reduzir despesas de quem ganha menos e deixar tudo solto para quem ganha mais. É um governador leviano que merece repúdio de todos.
Isolado e incompetente está a um passo de ser defenestrado.

Unknown disse...

O fucionalismo do judiciario é casta coberta de privilégios, consideram-se seres superiores com direitos acima dos comuns mortais que pagam os salarios desses parazitas.

Anônimo disse...

O governo do RS, assim como o de Porto Alegre nao acerta uma, ja voltou com o rabo entre as pernas, agora so falta o comando do STF para deixar a justiça do estado de fora da choradeira.