Ginásio Tesourinha, Porto Alegre, terá restaurante popular por 90 dias

Não se sabe por que razão a prefeitura fechou primeiro o restaurante popular para depois buscar uma solução.

Depois de fechar o único restaurante popular para revitalizá-lo, a prefeitura de Porto Alegre ficou sem alternativa para a população mais pobre que dependia dele, mas ontem anunciou que durante 90 dias 150 almoços por dia serão oferecidas no Ginásio Tesourinha, graças a ajuda  da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra).

A prefeitura quer devolver logo o restaurante popular e implementar outros quatro em regiões pobres da cidade.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não se sabe por que razão a prefeitura fechou primeiro o restaurante popular para depois buscar uma solução.

ora, por que isso é Brasil...