Artigo, Orestes de Andrade Júnior, Jornal do Comércio - Novo modelo de gestão da TVE e FM Cultura, RS

- Orestes de Andrade Jr. é ex-presidente da TV.

O novo modelo de gestão para a TVE e FM Cultura é a concessão da operação das duas emissoras. Esta é a mesma fórmula utilizada há anos, com sucesso, pela AL-RS, Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Supremo Tribunal Federal (STF), entre outros. A concessão é só da operação, o Estado mantém o controle das outorgas e das linhas de programação, ou seja, do conteúdo, sob a vigilância de um Conselho Consultivo de Programação. A execução da operação de TV, nesse novo modelo, é feita por uma empresa privada escolhida via licitação pública. O teto seria R$ 20,4 milhões, metade do valor gasto atualmente pelo governo estadual com a Fundação Piratini. O novo modelo tem uma ousadia que é novidade na gestão das TVs educativas estaduais.

CLIQUE AQUI para ler mais.

Nenhum comentário: