Artigo, Carlos Newton - Lava Jato continua sob ameaça permanente, mas não há quem possa destruí-la

Desde que a Lava Jato foi iniciada, em 17 de março de 2014, quando a equipe do delegado federal Marcio Adriano Anselmo descobriu um esquema de lavagem de dinheiro num posto de gasolina em Brasília, a importantíssima Operação da PF vem enfrentando ataques permanentes. Já houve ofensivas no Congresso, com o presidente Rodrigo Maia pautando sessão da Câmara na calada da noite para aprovar uma anistia ao caixa 2, enquanto o senador Renan Calheiros inventava o tal projeto da Lei do Abuso de Autoridade, que não existia e apareceu de repente. Maia e Renan fracassaram, mas são políticos brasileiros e se orgulham de não desistir nunca. Em breve voltarão ao ataque.

O Planalto também se empenhou. A redução das verbas, a nomeação de Fernando Segovia para a direção da Polícia Federal e até mesmo sua substituição por Rogerio Galloro são tentativas de bloquear a Lava Jato, mas também estão condenadas ao fracasso.

CLIQUE AQUI para ler mais.

6 comentários:

Anônimo disse...

SE A MAÇÃ ERA "PROPINA" ADÃO E EVA ESTARIAM NA LAVA JATO?

FAÇANHA, o ADVOGADO do POVO. disse...

Não mesmo?...Acordem meninos...

Anônimo disse...

A coisa toda vai ser resolvida "no braço", como sempre... Brazil pais de tollos

Anônimo disse...

Honório Lemes dizia: Eu luto para que hajam leis que governem homens e não homens que governem leis.... A lava jato é governada por homens é coisa de Chimango e pica pau....povo imbecil merece ser escravo se nossas façanhas não serviram de exemplo para o Brasil

Anônimo disse...

pERFEITO ESSE ARTIGO.
eSTHER

Anônimo disse...

Opinião de Carlos Newton? Quem não te conhece, que te compre...