Petrobrás aumenta de novo (1,4%) o preço da gasolina

A Petrobras elevará os preços do diesel nas refinarias em 0,7% em 12 de janeiro. Já a gasolina deverá subir 1,4%, na sua terceira alta consecutiva.

Os  reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da estatal, em vigor desde julho de 2017, que prevê alterações quase que diárias nas cotações dos combustíveis

23 comentários:

Anônimo disse...

Creio que estamos pagando o rombo dos desgovernos petistas e as indenizaçoes aos acionistas. A empresa deixou corruptos tomar conta então deve arcar com o prejuízo vendendo ativos para esse fim. Jogar nas costas dos consumidores de combustível é um absurdo.

Anônimo disse...

A inflação tá abaixo da meta kkkk

Anônimo disse...

Como dizia o finado Chico Anísio: E o salário "O".
ESTÃO MAQUIANDO OS ÍNDICES DE INFLAÇÃO, MUITO ABAIXO DA REALIDADE, SÓ PRA REELEGER TODA QUADRILHA E PARA MANTÊ-LOS BEM LONGE DAS GRADES DA PAPUDA. VEJAM NAS PESQUISAS OS ILUSTRES SEM VOTOS, COMO MEIRELES E MAIA, DESPONTAREM COM ALTOS ÍNDICES DE INTENÇÃO DE VOTOS. TÁ MAIS QUE NA CARA QUE É PARA RESPALDAR A FRAUDE NOS URNAS ELETRÔNICAS.

Anônimo disse...

É o povo pagando a roubalheira dos políticos inescrupulosos eleitos pelo povo. E continuamos apáticos, isto é, ninguém é capaz de reagir.

Unknown disse...

Isto é uma piada!!!
Flexibilizar para cima!!!
A classe média brasileira, que ainda tem carro, é que paga a conta!!!

Alberto disse...

Palhaçada.

Anônimo disse...

Caro Políbio
O governo está de brincadeira, usando e abusando do povo que está pagando a conta dos roubos de Lula e cia na Petrobrás. E ainda tem gente que vota neste verme. O Temer é outro tão ladrão quanto o Lula.
Esther

Anônimo disse...

Não podemos pagar os rombos da quadrilha petista e das indenizações aos acionistas. A empresa tem de vender ativos e pagar o prejuízo.

Anônimo disse...

De onde que o anonimo das 14:37 tirou essa noticia? Olha o preço da gasolina no Paraguai, que não tem um poço de petroleo.

Anônimo disse...

Obrigado governo Temerario.

Assina: Bancada BBB, MPB, Vem pras Ruas, Banda Loka Liberal, Patos da Fiesp, coxinhas em geral.

Anônimo disse...

Obrigado governo Temer. Estamos "ansiosos" aguardado novo aumento do gás de cozinha e da propria gasolina e oleo diesel, afinal são dois a tres aumentos por semana....

Anônimo disse...

Por falar em roubo, digo, em Cunha anonimos babas das 17:29 & 19:11....

INDICADO POR CUNHA, MARUN DIZ QUE TEMER DEVE LUTAR POR CRISTIANE
REUTERS/Ueslei Marcelino
Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, referiu-se a celeuma criada em torno da posse da deputada Cristiane Brasil (PTB) como ministra do Trabalho como "coisas" nas quais o governo precisa "aceitar o desgaste"; "Tem vezes que a gente precisa ter atitude. Isso é uma atitude, enfrentar. Imagina a gente concordar com isso? Não vamos chamar ninguém para discutir. O governo não pode aceitar situação em que um juiz de primeira instância revoga uma decisão do presidente da República", afirmou
11 DE JANEIRO DE 2018 ÀS 09:51 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube


Anônimo disse...

Mas afinal, o aumento do gás de cozinha, digo, oleo diesel, digo, gasolina não é regulado pelo preço do Barril de Petroleo?

Anônimo disse...

Para especialistas, aumento da gasolina compromete recuperação econômica:

21/07/2017 - Correio Brasilense

"O governo está jogando areia em cima de quem estava contribuindo para a retomada da economia", criticou o consultor Roberto Luís Troster

A elevação do PIS-Cofins sobre os combustíveis foi anunciada ontem após várias reuniões da equipe econômica e de um encontro do presidente Michel Temer com ministros

O aumento na tributação dos combustíveis, que começa a valer a partir de hoje, vai acabar com a alegria de quem, nos últimos dias, tem visto a queda de preços nos postos de revenda. O litro da gasolina poderá ficar R$ 0,41 mais caro nas bombas, de acordo com o Ministério da Fazenda, e o diesel subirá R$ 0,21. Levando em consideração um carro que tem capacidade para 45 litros, o consumidor pode passar a desembolsar R$ 35 só de PIS-Cofins para completar o tanque com gasolina, uma alta de R$ 18 em relação ao que gasta hoje. Isso porque a alíquota do tributo passou de R$ 0,30 para R$ 0,79 por litro.

Leia mais notícias de Economia

Decreto sobre aumento de combustível sai ainda hoje
Qualquer reajuste adicional no combustível tem um impacto direto na inflação e nos custos de quase toda a cadeia produtiva — da agricultura até a fabricação de aviões. O reajuste, segundo analistas, vai provocar impacto de até 0,65 ponto percentual no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Um caminhão com capacidade para 150 litros pode ter que pagar R$ 31,50 a mais com o reajuste esperado para o óleo diesel.

A elevação do PIS-Cofins sobre os combustíveis foi anunciada ontem após várias reuniões da equipe econômica e de um encontro do presidente Michel Temer com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira. O decreto com o aumento, assinado por Temer, foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. As novas alíquotas passam a valer a partir de hoje. A expectativa do governo é arrecadar R$ 10,4 bilhões a mais, neste ano, para tentar cumprir a meta fiscal, que prevê um deficit de, no máximo, R$ 139 bilhões nas contas federais.

A nova alíquota de PIS-Cofins sobre o litro da gasolina é a máxima permitida por lei. No diesel, o tributo passou de R$ 0,24 para R$ 0,46 por litro. A medida tem efeito direto nas refinarias, mas o aumento deve ser repassado para os consumidores. A cobrança sobre a produção de etanol subiu de R$ 0,12 para R$ 0,13. O produto não era taxado na distribuição, mas agora a taxa será de R$ 0,19 em cada litro.

O governo defendeu o aumento do PIS-Cofins como necessário para “a preservação do ajuste fiscal e a manutenção da trajetória de recuperação da economia brasileira”. “O Brasil de fato vai recuperar o crescimento. Já existem dados positivos, mas nossa expectativa é de crescimento e queda do desemprego no segundo semestre”, afirmou Meirelles. (...)

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ou seja, até as pedras sabem que o aumento da gasolina é para aumentar a arrecadação e o governo Temerário cobrir o "deficit"...

Anônimo disse...

Coxinha pobre reclamando do livre mercado?

Anônimo disse...

7 perguntas e respostas sobre a alta do imposto da gasolina:

A alíquota do PIS/Cofins para a gasolina mais que dobrará. Não seria melhor cortar gastos? A inflação não vai aumentar? Entenda a decisão

21 jul 2017 - Revista EXAME

São Paulo – O governo confirmou ontem (20) o aumento de impostos sobre combustíveis e deu hoje (21) detalhes da decisão. Entenda o que aconteceu:

Qual foi o aumento de impostos? A alíquota do PIS/Cofins para a gasolina mais que dobrará, passando dos atuais R$ 0,3816 por litro para R$ 0,7925 por litro.

O litro da gasolina vai ficar até R$ 0,41 mais caro nas bombas caso haja repasse integral ao consumidor.

A alíquota sobe de R$ 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias. Para o produtor do etanol, passa de R$ 0,12 para R$ 0,1309 por litro. Para o distribuidor, a alíquota, atualmente zerada, sobe para R$ 0,1964.

Quando ele entra em vigor? Imediatamente. A equipe econômica optou por subir o PIS/Cofins justamente porque não precisa ser aprovado pelo Congresso e a entrada de recursos é instantânea. Já há relatos de postos mudando preços.

Outra vantagem é que ela não precisa ser repartida com Estados e municípios. Uma nota da Frente Nacional de Prefeitos reclama que “a crise afeta todos os entes federados e as soluções deveriam contemplar esse cenário”.

Recursos de uma possível alta da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) também sobre a gasolina, por exemplo, só entrariam em vigor após 90 dias e teriam que ser repartidos com Estados e municípios.

Por que esse aumento agora? A cada 2 meses, o governo precisa detalhar para o Congresso como está o andamento das receitas e despesas previstas para o ano.

Com a crise política e a fraqueza da retomada, os números de arrecadação vinham decepcionando e as alternativas para cumprir a meta fiscal estavam se esgotando.
A reversão da desonerações da folha de pagamento, por exemplo, foi adiada pelo Congresso para 2018.
Já a a estimativa de arrecadação com o programa de repatriação de recursos caiu quase R$ 10 bilhões pela baixa adesão.

Neste cenário, o governo avaliou que a alta de impostos seria menos pior do que rever a meta de déficit de R$ 139 bilhões em 2017. A revisão era comum no governo anterior e causava turbulência no mercado.

Quanto a alta de impostos vai render para o governo?
O governo federal prevê arrecadação de R$ 10,4 bilhões em 2017, sem divulgar estimativa para 2018.

Não seria melhor cortar gastos? Em princípio sim. Historicamente, o Brasil reagia a crises com aumento da carga tributária e o governo de Michel Temer insistia que dessa vez conseguiria reequilibrar as contas evitando altas de impostos.(...)

A alta de impostos não vai aumentar a inflação? Vai. Os economistas estimam que a alta deve colocar algo entre 0,50 e 0,60 ponto percentual na taxa do ano, mas isso não preocupa o governo no momento porque a inflação tem estado muito fraca. (...)

Qual foi a reação das empresas? “A elevação dos tributos drena recursos do setor privado para o setor público. Provoca o aumento dos custos das empresas e reduz o poder de compra das famílias, o que prejudica o crescimento da economia”, afirma uma nota do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade. (...)

Anônimo disse...

Por que o governo vai aumentar o preço dos combustíveis?
meexplica.com/2017/07/governo-aumento-preco-dos-combustiveis/
22 de jul de 2017 - O governo ainda não anunciou de quanto será o aumento nos impostos cobrados sobre os combustíveis. Mas segundo o jornal Valor Econômico, a cada 1 centavo de aumento, a arrecadação do governo aumenta R$ 440 milhões por ano no caso da gasolina. E R$ 530 milhões no caso do diesel.

Anônimo disse...

Associação protocola denúncia contra Petrobras sobre ... - Folha Uol
m.folha.uol.com.br/.../1758239-associacao-protocola-denuncia-contra-petrobras-sobre-...
A entidade alega que a estatal comete prática de preços abusivos na venda de gasolina e outros combustíveis derivados de petróleo no país. Publicidade. Na condição de importadora de combustíveis, a Petrobras tem tido ganhos com a queda do preço da gasolina no mercado internacional. A empresa, em função de...

Anônimo disse...

GOLPE FRACASSA E S&P REBAIXA NOTA DO BRASIL
REUTERS/Adriano Machado
A agência de classificação de risco Standard & Poor’s reduziu nesta quinta-feira a nota de crédito da dívida soberana do Brasil para BB- ante a nota anterior BB; a notícia representa um duro golpe para as forças golpistas, que derrubaram a presidente Dilma Rousseff prometendo a volta da confiança; ao contrário disso, Temer e Meirelles produziram o maior rombo fiscal da história do Brasil, com número recorde de desempregados
11 DE JANEIRO DE 2018 ÀS 20:12 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Políbio, faz um cálculo.

Com a quantidade de vendas por dia da Petrobrás, quando vão alcançar o valor da multa que nós vamos pagar nos EUA?

N e s t o r disse...

Bem feito povo trouxa! Tem que subir mais ainda, vão andar de bicicleta com os ambientalistas....mundo melhor!!!

Anônimo disse...

DILMA VANA ROUSSEFF- foi arrancada da residência com truculência para isso aí- a BANDIDAGEM TOMAR CONTA.........
Adesivos imorais-quando gasolina subia 0,2 centavos e tiros na cara em fotos.E um do psdb dizendo que ia arrancar a cabeça dela com o facão.........E AGORA SE GÁS AUMENTAR PARA 300,00 E GASOLINA PARA 50,00 O LITRO -TÁ BOM.

Anônimo disse...

Gasolina ultrapassa R$ 5,00 no Rio de Janeiro

12 de janeiro de 2018 - DCM

O preço do litro da gasolina cobrado em postos no Município do Rio ultrapassou R$ 5. Pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) revelou que o valor máximo chegou a R$5,099 em alguns pontos. O levantamento foi feito entre 31 de dezembro e 6 de janeiro. E o estabelecimento que vende acima de R$ 5 fica no Humaitá.

A pesquisa revela que outros três postos estão com preços próximos de R$5: em Botafogo (R$ 4,969); em Copacabana (R$ 4,975); e na Lagoa (R$ 4,986).

.x.x.x.

PS:

Enquanto os brasileiros pagam mais de R$ 4 pelo litro da gasolina no posto da Petrobras nas cidades de fronteira, o mesmo combustível, da mesma companhia, do outro lado da fronteira, chega a ser vendido a R$ 2,50. Uma variação de quase 40%.

Não é de hoje que a fronteira entre o Brasil e o Paraguai tem atraído milhares de motoristas brasileiros por conta do combustível mais barato.

Segundo a Global Petrol Prices, na segunda semana de janeiro de 2017, o preço médio da gasolina no mundo foi de 1.01 U.S. Dollar, enquanto no Brasil passa de 1.18 U.S. Dollar. O maior valor é registrado em Hong Kong, na China: 1.01 U.S. Dollar. O menor, na Venezuela, 0,01 U.S. Dollar, R$ 0,03, já que o país é o maior produtor de petróleo da América Latina e o quinto do mundo.