Polícia gaúcha entra no segundo dia da sua greve ilegal

Entrou no segundo dia a ilegal greve policial do RS. O Piratini e a secretaria da Segurança Pública não se manifestaram até o momento e nem ajuizaram qualquer ação para pedir a ilegalidade da greve, mas a chefia da Polícia Civil tirou nota para recomendar "prudência" aos grevistas.

30% dos efetivos trabalhando parecem estar garantidos pelos grevistas.

Os grevistas avisaram que só voltarão ao trabalho quando seus salários forem integralizados, o que está previsto para o dia 17.

8 comentários:

Anônimo disse...

Caro Políbio, creio que no fundo a questão não é só salários atrasados, a polícia com precários recursos faz seu trabalho exemplarmente, prende os criminosos mas estes são logos soltos pela justiça.

Bandidos optem HC e para mostrar 'certa justiça' não devem se afastar da cidade, ou que, para eles (bandidos) é justamente o que querem: ficar no meio dos seus e assim estarem protegidos e continuarem a dar ordens.



Anônimo disse...

ilegal e ficar sem receber salarios

Anônimo disse...

Caro Políbio,

Ilegal é não pagar salário e 13o.

Não me venha que não há dinheiro.Os maiores salários recebem em dia. Como os auditores e fiscais do tesouro do estado, judiciário, Assembléia, MP, TCE e Defensoria.

Sartori chora que não tem dinheiro, mas para os maiores salários não há crise.

Anônimo disse...

Quando é que a polícia gaúcha não está em greve??... Imagina com salário atrasado!

Anônimo disse...

Parabéns a Polícia Civil gaúcha e a Brigada Militar! Nas condições precárias de salário e recursos desempenham suas funções com grande competência. Pena não haver colaboração contra o crime por parte do Executivo, Legislativo e Judiciário. Pena não haver por parte da sociedade a compreensão exata dos relevantes serviços prestados e cobrança das esferas realmente responsáveis por tanta criminalidade.
A greve é ilegal? Parcelar salário também é ilegal. O editor deveria igualmente afirmar que o governo ilegal de Sartori já está no seu segundo ano. Uma questão de coerência.

Anônimo disse...

Faltou escrever na chamada: e governo entra no 21° mês de parcelamento ilegal.

Anônimo disse...

Não faz diferença.
A criminalidade está descontrolada e eles não garantem segurança de ninguém há muito tempo.
Os contribuintes vassalos tem que aprender a se defender por conta própria.
Direito ao porte de arma para cidadãos de bem, já!

Ultra 8 disse...

SÓ O SARTORI,E SEU GENOCÍDA DE ESTIMAÇÃO SÃO LEGAIS.