Marchezan tira nota para reclamar rejeição da proposta de reajuste do IPTU

Em nota que tirou nesta madrugada, 1h26min, o prefeito Nelson Marchezan Júnior lamentou a não aprovação do projeto do Executivo que tinha o objetivo de implantar o IPTU real em Porto Alegre:

- Todo o esforço desta gestão é no sentido de reduzir a máquina para que caiba nas receitas, seja mais eficiente e atenda melhor aqueles que precisam do poder público. Foi nessa estratégia que reduzimos em mais de R$ 500 milhões o déficit herdado, cortamos CCs e diminuímos despesas administrativas, aumentando recursos para saúde, educação e segurança.

E lembrou:

- O projeto do IPTU real iria promover justiça entre os contribuintes, porque hoje muitos pagam mais do que devem, enquanto outros pagam menos do que o seu patrimônio real permite e exige.

CLIQUE AQUI para ler toda a nota. 

23 comentários:

Anônimo disse...

Ainda que conseguiu 10 votos. Pela arrogância, prepotência e falta de preparo não deveria conseguir nenhum. Acabou a carreira política do Marchezan.

Anônimo disse...

Moro no Centro, pago um IPTU altíssimo, digno de zona nobre, em uma zona totalmente DETERIORADA, sem conservação e mal frequentada e que arca com todos os "eventos" de Porto Alegre tais como todos os protestos da 'rafuagem' do PT até o acampamento Farroupilha.
Pergunto o IPTU iria diminuir ou aumentar ?
Óbvio que iria aumentar.
CORTE MAIS GASTOS, prefeito.
Enxugue mais a máquina, PRIVATIZE.
Meu voto não terá mais.

Unknown disse...

Dá-lhe Marchezan... não se intimida com esta corja que acredita piamente que Estado gera dinheiro pelo simples fato de o ser!!!
Chega de populismo!!! Precisamos mais e mais de pragmatismo!!!
Parabéns PREFEITO(com letra maiúscula)!!!
Infelizmente seus algozes não entendem nem o babá da Economia!!!
São pródigos e perdulários com o dinheiro público!!!

Anônimo disse...

Só digo uma coisa.
Enganaram e fizeram o prefeito de idiota !!
Os vereadores traidores foram se fazendo de amigos.. de apoiadores ( pra conseguir/manter cargo no governo) e depois deram o golpe no Marchezan.

Anônimo disse...

O nobre edil pode reduzir mais a máquina pública!

Ainda tem muitos CCs nos meandros da burocracia, nomeados por ele e sobreviventes das gestões anteriores! Além disto, Porto Alegre tem 24.000 funcionários públicos, empresas municipais ineficientes e deficitárias, com seus diretores e conselheiros com salário nababescos.

Se a cama é curta, encolhe-se as pernas!

Anônimo disse...

Para Marchezan entender: a justiça que esperávamos seria uma redução no valor total arrecadado com o IPTU, mantendo o valor para os que supostamente pagam pouco e reduzindo o valor para os que supostamente pagam muito. Valorização de imóveis não é motivo para aumentar valor de IPTU. Impostos como IPTU e IPVA nem deveriam existir! Qual o sentido de pagar imposto por algo que já foi adquirido, por algo que lhe pertence? Aluguel cobrado pelo estado, isso é o que parece! Esprema essa máquina pública, tem muita, mas muita oportunidade de reduzir custos.

Anônimo disse...

Guri mimado... não sabe perder... democracia é assim, as vezes se ganha, em outras se perde.

Anônimo disse...

Informação falsa foi publicada neste blog dando por conta que Marchezan aprovaria o aumento do IPTU. Deve retratar-se colocando voto a favor em nome de vereador que não votou neste sentido.

Os vereadores, na sua maioria, não traíram seus eleitores. O que prometeram em campanha foi cumprido no plenário. NÃO a Aumento de Impostos e retirada de direitos do cidadão.

Anônimo disse...

Nem para vereador ele emplaca mais. Perdeu toda a credibilidade politica. Ou ele pensa que quem votou nele é a favor de aumento de impostos. Q corte gastos. Da pra cortar muito!!!

elias disse...

Até que eu saiba que o marchezan diminuiu em 50% os ccs na prefeitura, acho um grande mentiroso e sem vergonha.
Mais imposto para aumentar a nomenklatura?
Chega de parasita publico!

Luiz Vargas disse...

Não era bem isto o que o Napoleão Júnior dizia em suas promessas durante a campanha eleitoral.

Thiago disse...

IPTU REAL seria não cobrar nada, alíquota ZERO... pq é exatamente isso que a prefeitura de poa oferece ao contribuinte, ZERO.
Jamais voto nesse sujeito novamente, é muita canalhice aumentar imposto pra pagar funcionário público.

ricardo k s disse...

Isso aí!

ricardo k s disse...

Aham!

Anônimo disse...

Blog do Polibio Braga.....

Por 21 x 15, Marchezan Jr poderá aprovar sua proposta de aumento do IPTU
O editor fez uma contagem dos votos a favor e contra o aumento do IPTU, cuja votação ocorrerá na segunda-feira, concluindo que o prefeito Marchezan Júnior poderá sair vencedor por 17 a 16. O editor computou como voto favorável à proposta, todos os vereadores que já se manifestaram e os que não quiseram se manifestar. Esta contagem poderá ser alterada até a hora da votação.

A favor da proposta - 21
Contra a proposta - 15

Votam sim
PSDB - Moisés Maluco do Bem
Rede - Mauro Pinheiro
PP - João Carlos Nedel
PTB - Dr. Goulart, Paulo Brum, Luciano Marcantonio e Cássio Trogildo
PMDB -Pablo Mendes Ribeiro e Comandante Nádia
PT - Toda a bancada de quatro vereadores
Psol - Toda a bancada de 3 vereadores
PRB - Alvoni Medina e José Freitas
PSD - Tarcisio Flecha Negra
PROS - Wambert Di Lorenzo
PDT - João Bosco Vaz
Podemos - Maroni

Votam contra
PMDB - Valter Nagelstein, Idenir Cecchin, André Carus.
PP - Mônica Leal, Cassiá Carpes, Ricardo Gomes
DEM - Reginaldo Pujol e Dr. Thiago
SDD - Janta.
PDT - Mauro Zaccher, Márcio Bins Ely
PSB -Airton Ferronato e Paulinho Motorista
Novo - Felipe Camozzato
SDD - Janta
às 9/23/2017 05:28:00 PM

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Parece que o editor errou na previsão.....

Anônimo disse...

Passando só pra lembrar, Imposto é roubo!

Anônimo disse...

Trata-se de um imposto absolutamente injusto ( pra nao dizer outra coisa), pois nao tributa fato economico (compra ou venda) e porque nao leva em conta a capacidade financeira do proprietario ( o fato de morar num imovel em area considerada valorizada nao quer dizer absolutamente nada, se o mesmo foi adquirido qdo a regiao era pouco desenvolvida e 30 anos depois esse morador, agora aposentado, tem normalmente os rendimentos diminuidos. A menos que seja politica forçar o deslocamento dessas pessoas como nas guerras ou revolucoes...)
Concordo plenamente com o Anonimo das 09:52: Iptu e Ipva nem deveriam existir. Pagar aluguel pro governo por aquilo que já comprei...,é dose.

Anônimo disse...

Aqui na minha casa já cortamos todos os gastos, reduzimos ao máximo os gastos. Faça o mesmo Marchezan na Prefeitura, o povo não tem mais da onde tirar dinheiro a não ser do seu Trabalho ( os que ainda tem ). Enxugue a máquina, Corte todos os gastos desnecessários, cobre os impostos atrasados ou sonegados. Vá à luta Marchezan do povo não há mais o que tirar.

Anônimo disse...

Seu Políbio, de onde esta gente pública TIRA tantas NOTAS? De qual saco, caixa, escaninho ou esconderijo, estas NOTAS são tiradas? Elas não poderiam ser SIMPLESMENTE EMITIDAS, ESCRITAS, REDIGIDAS? Há que se repetir esta linguagem PETISTA do POLITICAMENTE CORRETO? Nota não se tira!

Anônimo disse...

Eu também !

Anônimo disse...

Livres e NOVO são o PSOL de roxo e laranja. ficar quatro anos atrasando salários sem governar, igual ao sartori. E eu que achei que vanguarda do atraso era só na esquerda :(

quero ver aprovarem leis para acabar com o rombo no Município, sem isso, vai ficar escancarada a DEMAGOGIA e IRRESPONSABILIDADE dos Psol de roxo e de laranja
Agora expliquem pro povo que o governo provavelmente vá ser igual ao do sartori, trabalhando só pra pagar os salários E COM ATRASO.

Anônimo disse...

"A impressão que me dá é que a fala dos vereadores não tem peso. Somos bem recebidos, as reuniões acontecem, mas saímos com a sensação de que não adiantou nada. O prefeito não pode andar na linha transversa dos legisladores. Fico muito preocupada com as manifestações dele nas redes sociais: qualquer coisa ele vai lá e grava um vídeo, agride os vereadores. São coisas muito agressivas, que não levam a nada. Se não houver uma mudança nesse aspecto, acho que vai haver sérios problemas no futuro. Nós, do PP, promovemos a vitória do Marchezan. E me lembro muito bem em que nenhum momento foi falado em aumentar impostos."
Monica Leal

Anônimo disse...


Só dá noticia furada!