Unidade Básica de Saúde da Serraria fecha por causa da violência do tráfico em Porto Alegre

Os repetidos casos de violência na Vila dos Sargentos, zona Sul de Porto Alegre, provocaram o inesperado fechamento da unidade básica de saúde do bairro Serraria. O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), informou ao editor que  o fechamento por essas motivações é inédito e teve como ato final ato de extrema violência atribuído a disputas do tráfico de drogas: o corpo de uma vítima esquartejado e decapitado foi jogado nas imediações da unidade.


A Secretaria Municipal de Saúde informou que os 14 funcionários do local foram remanejados para trabalhar nas unidades Guarujá e Ipanema.