Rodrigo Maia diz que não aceitará MP com mudanças acordadas sobre o texto da reforma trabalhista

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, disse esta manhã que não acatará qualquer mP editada por Michel Temer que corrija ou introduza mudanças na reforma trabalhista, aprovada ontem pelo Senado.

Maia abre nova frente de problemas com o presidente.

Como se sabe, para aprovar a reforma sem mudanças, o governo acertou acordo com deputados e senadores para fazer mudanças acertadas de comum acordo,