Ex-procurador de Janot, criticado por Temer no caso Joesley, deixa escritório de advocacia que defende a JBS

Em pronunciamento após a denúncia, o presidente criticou Marcello Miller, que trocou a PGR pela empresa que negociou delações da JBS. Temer insinuou que Janot também ganhou com os milhões faturados por Miller.

O ex-procurador da Lava Jato Marcello Miller, criticado em discurso pelo presidente Michel Temer (PMDB), deixou na última quarta-feira o escritório Trench, Rossi, Watanabe, de onde era sócio desde meados de maio. 


Miller integrou o grupo de trabalho da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República (PGR) entre 2014 e 2016, e pouco depois se associou ao Trench, Rossi, Watanabe, que prestou serviços para o grupo J&F, um dos alvos das investigações. O escritório chegou a negociar parte do acordo de leniência firmado por executivos do grupo com o Ministério Público Federal do Distrito Federal.

17 comentários:

Anônimo disse...

ué??? Se não tem nada de errado na atuação dele, como muitos disseram, porque ele faria isso? Aí tem...

Anônimo disse...

As quadrilhas do Poder se movimentam freneticamente....JBS Globo PGR STF..PF....e o sistema financeiro e os militares assistem tudo ...caladinhos.. mas tem esses dois tem muito poder... Zé Dirceu escapou de Curitiba e conspira a luz do dia...Parece que conseguiram parar Moro em Curitiba...e o Tribunal Federal de POA está devagar quase parando...na verdade muitos golpistas estão sem saber o que fazer até porque alguns golpistas foram longe demais e está difícil recuar a uma posição confortável...os proximos dias serão eletrizantes...poderão entrar novos atores bem mais poderosos...

Anônimo disse...

Com 30 milhões no bolso não precisa mais trabalhar. Quanto coube a Janot?

Anônimo disse...

Será que é apenas coincidência que tanto o nome como o sobrenome tem grafia com "dois eles"?

Anônimo disse...

Isto não anula as suas assinaturas como procurador do grupo e do tal Joesley, como não cumpriu a quarentena prevista em lei entendo que todo o processo foi à margem da lei e deve ser mesmo anulada a premiação a Joesley.

Anônimo disse...

Pelo visto rolou de tudo: informações privilegiadas, premiação ao criminoso mor, milhões em honorários!!!! Muita coisa a se explicar sr. Janot!

Anônimo disse...

Sujos, criminosos.
Se quem DEVERIA cumprir a lei e não a cumpre, quem a cumprirá ?????????

Marcelo disse...

Ninguém abandona a PGR a toa. Pessoas estudam anos para passar na concurso, que paga um bom salário (R$ 28000,00). Agora, "abandonar" um escritório de advocacia, é corriqueiro na vida de um advogado.

Iguinácio disse...

Ninguém pode falar mal do janote. Ele declarou ter passado a régua (pequena) no governo dilma e nada encontrou.
Passou a mesma régua (a pequena de 150 mm) no joesley da friboi e nada de desabonador encontrou. Isso que o friboy declarou ter reservado US$ 150 mi, que estava em sua conta na Suiça para o lula e dilma em dois trenches, um de 80 e outro de 70.
Não foi atrás da ghrana ainda?

Anônimo disse...

Quem dorme com cães, pega pulgas, depois dá uma coceira!!!!

Anônimo disse...

"JÁ FEZ O SERVIÇO", PEGA OS SEUS DEZ MILHÕES E CAI DE BANDA...

Anônimo disse...

Entre as quadrilhas do poder tu esqueceu de citar a do temer. Essa, além de também se mexer freneticamente, abriu de vez o cofre pra comprar apoio!

Anônimo disse...

O verdadeiro golpe que começou com a gravação ilegal de TEMER por JOESLEY e a homologação da Denúncia Premiada dos BATISTA , em tempo recorde , continua. Agora , com uma " pressão" artificial, fabricada, para afastar TEMER e substituí-lo por MAIA. O objetivo dessa conspirata é a volta de Lula, até as pedras sabem. Dirceu continua conspirando, com sucesso .!!!

Anônimo disse...

É claro que Miler deixou o escritório,a pedido dos sócios majoritários.
Quem se vende por prato de lentilhas,acaba roendo ossos.

wagner britto disse...

Agora? Quantos pilas recebeu? Vai pra Nova York, tchau!

Anônimo disse...

Quem abandonaria uma Carreira de Estado, como a de Procurador , com salário de R$ 28.000,00 , estabilidade , férias estendidas , auxílios de custo, auxílio de moradia , etc..., para trabalhar pela delação premiada de dois pilantras bilionários , sem a quarentena exigida por Lei, se não fosse recompensado regiamente por um " prêmio" de vários MILHÕES ???

Paulo Nolasco Advogados disse...

O procurador optou. Optou dentro dos padrões vigentes no Brasil. Claro que deve ter sido cooptado pelos que estão sendo processados. De grande valia os "segredos de estado" sabidos pelo funcionário público. Ética, certamente ele não tem. Aliás nada de diferente fez ele, eis que os políticos ditam as regras de imoralidade e desrespeito ético. Deus nos acuda, por que ninguém mais tem condições de fazer isso. Pobre país corrupto!