Artigo, Ruy Fabiano, OGlobo - Lula, o Chefe

Enfim, uma acusação direta, pública e formal: o ex-presidente Lula é o chefe do Petrolão. Quem o afirma, com todas as letras, é o Ministério Público Federal, em documento ontem expedido, a propósito da 24ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Aletheia.

A Lava Jato já está na 34ª fase, mas, ao que parece, já tem a história completa há mais tempo. É o que revela a nota.

Lula, “além de líder partidário”, era, segundo o MPF, “o responsável final pela decisão de quem seriam os diretores da Petrobras e foi um dos principais beneficiários dos delitos”.

A nota entra em detalhes.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

28 comentários:

ARS disse...

Cadê a sentença do juiz MOROso que manda para cadeia o chefe da organização criminosa dos corruPTos?

Brasileiros perguntam disse...

Por quê o Chefe ainda circula, falando bobagens, por aí?

Anônimo disse...

Isto é incontestável e todo brasileiro sabe disso, tal como 2 + 2 = 4. Espero que Moro libere rapidamente a primeira sentença.

Anônimo disse...

Está faltando o " Grand Finale" , tão esperado pelo Brasil, a prisão de Lula .!!!

Anônimo disse...

Essa é a pergunta definitiva: Por que Lula é tão protegido, apesar de todos os crimes já apurados? Note-se que ainda não se falou de fazendas, ilhas, gado, diamantes, etc.

Anônimo disse...

Os rabos são tantos que fica difícil se chegar a um que não tenha daí a dificuldade de saber/acusar.

Anônimo disse...

ATÉ AS PEDRAS DE COPACABANA JÁ SABEM...

Quem não sabe que Lula será preso e logo depois de alguns dias ou meses, o STF irá soltá-lo?

Anônimo disse...

MÍDIA SERVE A PIZZA DA LAVA JATO AOS SEUS LEITORES:

Era inevitável: depois que a Lava Jato fugiu do script original, que previa a destruição do PT e do ex-presidente Lula, e passou a atingir também as forças golpistas – leia-se o PMDB e de Michel Temer e o PSDB de Aécio Neves – o Supremo Tribunal voltou a ser garantista; num mesmo dia, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teve seu mandato devolvido e o homem da mala Rodrigo Rocha Loures foi solto; constrangidos, os jornais que apoiaram o golpe agora retratam esse novo velho Brasil.

1 DE JULHO DE 2017

247 – O novo Brasil que seria "salvo" pela Operação Lava Jato voltou a ser o velho Brasil de sempre, onde o Poder Judiciário atua de forma "garantista" em relação aos poderosos.

Para que a mudança ocorresse, foi necessário que a Lava Jato saísse do script original. O roteiro inicial previa a derrubada da presidente legítima Dilma Rousseff, a destruição do Partido dos Trabalhadores e a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No entanto, como os dois principais protagonistas do golpe de 2016, o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e o peemedebista Michel Temer, foram flagrados nos grampos da JBS em conversas nada republicanas, foi preciso dar um freio de arrumação. Ontem, na sexta-feira gorda de junho, Aécio teve seu mandato devolvido pelo ministro Marco Aurélio Mello e Temer pôde respirar aliviado com a liberdade concedida a seu homem da mala Rodrigo Rocha Loures pelo ministro Edson Fachin.

Constrangidos, os jornais que se associaram ao golpe que desmoralizou o País – a ponto de o Brasil ter se tornado incapaz de participar da reunião do G20 – tiveram que noticiar essa volta à velha ordem.

No Globo, noticia-se "Um passo atrás – STF devolve mandato a Aécio e liberta Rocha Loures". Na Folha, um editorial de Otávio Frias Filho aponta que as evidências contra os dois são devastadoras. No Estado de S. Paulo, o que mais descaradamente defende o golpe, há um certo clima de alívio com a libertação de Rocha Loures. Afinal, o Brasil voltou a ser o Brasil.

PS: Esqueçam as provas cabais contra o traíra e o aécio (audios, videos, malas de dinheiro, etc) porque isso não é prova. Prova é powepoint contra o lula.

Anônimo disse...

Sentença de acordo com o freguês? A lei é “erga omnes” ou “erga uns”?

FERNANDO BRITO · 01/07/2017 - O Tijolaço

Duas colunas, as de André Singer, na Folha, e a de Merval Pereira, em O Globo, tratam da falta de uniformidade das decisões da Lava Jato e seus arredores, o caso JBS.

Singer, com toda a razão, compara os diferentes procedimentos do STF com Rodrigo Rocha Loures e Delcídio do Amaral, ambos pegos em crimes por gravações (o primeiro de vídeo; o segundo de áudio), pelo mesmo tribunal. Aliás, Loures solto por decisão de Edson Fachin, que sucedeu Teori Zavascki na função que o fez prender Delcídio:

Compare-se o tempo de estadia, no mesmo cubículo da Polícia Federal, destinado ao então líder do governo Dilma no Senado, Delcídio do Amaral, e, agora, ao assessor de Temer. Preso em novembro de 2015, Amaral ficou detido 85 dias e só saiu porque concordou em fazer delação premiada. A peça extorquida por meio do que hoje a família Loures chama de condições torturantes tinha como centro a afirmação de que Lula e Dilma conheciam o esquema de corrupção na Petrobras.
O vazamento da colaboração “voluntária” de Delcídio virou edição extra da revista “Isto É” no meio da semana, com direito a uma extensa cobertura eletrônica. Dois dias depois o ex-presidente Lula sofria condução coercitiva. No domingo subsequente, veio a gigantesca manifestação de rua, a qual iria selar o destino político de Rousseff.

Ele lembra que a “sacralidade” do mandato parlamentar, invocada para devolver Aécio ao Senado, de nada valeu contra Eduardo Cunha enquanto este dedicava-se ao labor de encaminha o impeachment de Dilma. Mas deixou de valer quando se tratava da cassação do próprio ex-presidente da Câmara, sumariamente afastado do cargo e do mandato.

A desmoralização da Justiça provém, está visto, menos do mérito de suas decisões que do fato de suas decisões estarem sendo “de acordo com o freguês”.

Já Merval Pereira, o jurisconsulto do antipetismo, prega justamente isso em sua coluna em O Globo.

Diz que a absolvição de João Vaccari Neto pelo Tribunal Regional Federal, porque dois dos três desembargadores simplesmente seguiram o que diz a lei – ao fixar que delação não basta como prova condenatória – foi “um caso pontual em que uma divergência na avaliação da prova e da interpretação da lei pesou na revisão da pena”.

“Nada que deva ser superdimensionado, segundo a interpretação que prevalece em Curitiba”, meca do direito seletivo.

Por isso, diz Merval, segue a convicção que, com Lula será diferente: “o quadro de provas é consistente, independentemente de qualquer colaboração”.

Ora, quem acompanhou este processo viu que nada surgiu que materializasse a doação, mas Merval diz que “dono da OAS “deu o apartamento” (mas não explica como deu sem qualquer documento que o indique e cedeu, ao mesmo tempo, o imóvel á Caixa, como garantia de crédito) em troca de “favores prestados, descontando o valor de uma conta-corrente da propina”.

Assim, com esta precisão e certeza que as convicções lhe dão.

Aí está a chave para se compreender o que é, afinal, a tal prática do “Direito Penal do Inimigo”.

Para os amigos, decisões frouxas como roupas folgadas, com toda a liberdade de movimentos.

Para os desafetos, camisa de força, garrote e sufocamento.

PS: Resumo da Opera: Cadeia para lula e dilma, já para o traíra, PMDB e aécio, PSDB não vem ao caso?

Anônimo disse...

Polibio, meu pop-star, pq raios a policia gaucha nunca chegou no elo q liga a esquerda porto-alegrense ao crime organizado, sera q falta testosterona a esses delegadinhos?, ou sera q destanpamdo essa fossa septica pode derrepente pular la de dentro um saffari ou quem sabe um jergau?

Anônimo disse...

Aécio e a pena da vergonha pública:

FERNANDO BRITO · 01/07/2017 - O Tijolaço

Leio, no facebook do jornalista Luís Costa Pinto, aquilo que penso e disse, com menos competência, algumas vezes aqui.

A pena, inescapável, que vale mesmo para Aécio Neves é a da política.

(Aécio) flanava pelos corredores do Congresso, dos palácios e da Esplanada como se fosse questão de tempo a sua ascensão ao trono. Descobrirá, ao voltar ao Senado, que os antigos amigos irão lhe virar as costas. Que alguns fugirão de sua companhia como à de um pestilento. Que outros correrão do enquadramento para não saírem nas mesmas fotos que ele. Além disso, de volta ao mandato, terá de encarar uma reunião partidária para depô-lo. Ou o PSDB também irá restaurar Neves no posto de presidente da legenda?
Marco Aurélio Mello deu a Aécio a chance, desairosa, de encarar seus grilhões – e os morais serão os mais pesados.

É isso: as penas legais para Aécio virão (ou não virão) no tempo da Justiça e é assim que deve ser, se queremos um Estado de Direito e não as “cognições sumárias” do “morismo”. Deve ser, sim, e talvez não seja porque sabemos como é a Justiça brasileira e o que dela esperar.

Mas penas políticas já chegaram e serão executadas por longos e infindáveis dias em que viverá na “solitária política”, nas chibatadas do desprezo público, no exílio da consideração alheia.

Óbvio que ele, como qualquer um, deve responder penalmente e, certamente, nisso há de contar com a boa vontade de juízes, tribunais e de advogados como não contaria o homem comum e também não o político transformador.

Mas a pena que interessa à política – e, portanto, a que interessa ao país, porque Aécio foi o mais nefasto agente da ruptura institucional que sobremos – esta será aplicada, agora, até com mais eficiência do que quando permaneceu recluso em seu apartamento.

Afinal, a vergonha é algo que só existe em público.

E dessa não há decisão do STF da qual o livre.

PS: Nesses três anos de investigação profunda contra lula pela republica de curitiba, além do pawerpoit, convicções, fotos ao lado dos delatores, apareceu audio e video de cupincha de lula pegando mala de $$$$$$$$$$$$$$, apenas para ficar nas provas contra o traíra,PMDB, e aécio, PSDB (coletadas em menos de um mês)? Não estamos considerando contas na suiça (mesmo que não tenham encontrado - no caso de lula) pq conta na suiça dá "absolvição por falta de provas" na república de curitiba. Ou é mentira que Claudia Cruz, mulher de Cunha, PMDB foi absolvida mesmo tendo nos autos do processo a conta na suiça de 2 milhões?

Anônimo disse...

Se a Justiça esperar mais um pouco, os crimes de Lula prescrevem. A Justiça brasileira é moooooorosa com os que usam o dinheiro do BNDES para pagar seus advogados.

Mr. Lincoln disse...

E A POLÍTICA NÃO É FEITA PARA DONZELAS DE HÍMEN RECONSTITUÍDO, MAS COMO O FUTEBOL, É COISA PARA HOMENS BONS NA CATIMBA.
A POLÍTICA, OU É A "REALPOLITIK", OU É PASSATEMPO PARA OTÁRIOS!
O ELEITORADO OU O LULA, QUE SE DIZ "O MAIS HONESTO DOS BRASILEIROS", NÃO DÃO A MÍNIMA, NEM PARA O MOURO NEM PARA O JANOTA...
COMO ALARDEAVA O ADEMAR DE BARROS, "ROUBO MAS FAÇO"...

Anônimo disse...

Só gostaria de saber o que fizeram com a dinheirama dos Fundo de Pensão, Funcef, Petros, Postalis entre outros. Quando essa dinheirama será devolvida e os funcionários e aposentados deixarão de pagar o pato?

Anônimo disse...

Se fosse na França no século XIX muitos já teriam ido para guilhotina e se fosse no Velho Oeste americano seriam enforcados em Praça Pública como bom exemplo.

Anônimo disse...

Quem tinha o Cofre, BNDES, no Governo?

Anônimo disse...

Os “13” que a direita golpista adora e o retorno de Aécio ao Senado:

01 de julho de 2017 - Pedro dos Anjos - Viomundo

O “13” agosto da direita golpista no BraZil:

1) Assumir sem pudor que são mesmo dois pesos, duas medidas.

2) Aceitar seletivamente o botão da mídia que divulga/esconde/manobra os fatos, conforme as conveniências.

3) Bater com o pau só em Chico e esquecer Francisco.

4) Esticar contradições até não poder mais.

5) Circular moeda moralista de uma face só.

6) Identificar-se com juiz ungido a deus ex machina que combate a corrupção infernal…do outro.

7) Propalar o respeito às leis operando o direito acima e à margem delas.

8) Endeusar o neoliberalismo extremista e alinhar-se ombro a ombro com grupelhos neofascistas e neofundamentalistas sectários em sua defesa.

9) Clamar pelo Estado mínimo e maximizar a repressão às manifestações populares.

10) Requentar, com caráter classista, a velha máxima faça-o-que-eu-digo-não-o-que-eu-faço.

11) Negar o darwinismo biológico e defender a meritocracia darwinista.

12) Ser o retrato do mal em si, e em nome do bem interditar costumes e comportamentos.

13) Ter cara de pau e nojo de óleo de peroba.

Anônimo disse...

O Brasil aguarda ansiosamente a prisão desse cachaceiro corruPTo!
A metáfora com a cicatriz (mensalão) que inflamou (petrolão) e espalhou-se pelo organismo do criminoso (palestras, tráfico de influência, enriquecimento ilícito) é perfeita. Muito bem aplicada a esse criminoso que roubou o Brasil sem dó nem piedade dos desempregados, pobres, velhos, trabalhadores,...

Anônimo disse...

Anonimo 12:22 creio que o cappo eh protegido por ter o rabo de muita gente preso. O proprio gordao da PGR ai que tanto persegue o Temer foi mencionado pelo Mollusco como sendo um Bosta, que se nao fosse por ele (Mulla) nao teria chegado onde chegou.

Lembramos que o PT passou 13 anos distribuindo dinheiro a rodo a artistas via Lei Rouanet, juizes, professores universitarios, jornalistas, blogueiros, sindicalistas, desdentados do bolsa familia etc. Essa conta estamos pagando agora, mas quem passou todo o tempo mamando nao esquece o benfeitor.

Anônimo disse...

O PERIGO VERDADEIRO!!!

Lula pode tentar fazer uma delação premiada!

Anônimo disse...

La na coreia do sul a justiça já deu os corretivos necessários na chefa e na sua primeira dama, enquanto na banania, a orcrim que destruiu todas estatais, destruiu o sistema de pensão das estatais, destruiu o país, destruiu a economia, desviou trilhões para um projeto de poder esquerdopata que já naufragou, pasmem, por aqui todos soltos e já articulando a volta ao phoder.

Anônimo disse...

Nem da 30 viagens da rosegate, todas elas, com as malas recheadas de euros e dólares que, com certeza, pertenciam ao povo que está morrendo de fome nas filas do sistema falido de saúde ou de fome nas milhates de favelas que se tornaram paisagem obrigatória em qualquer foto em nossas cidades.

Anônimo disse...

O deputado Jair Bolsonaro esteve em Porto Alegre na última quinta-feira (dia 29), mas foi obrigado a desembarcar pelo lado de trás do aeroporto por decisão da autoridade aeroportuária dado ao fato de que dezenas de seguidores aguardavam o desembarque.

Anônimo disse...

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Áudio inédito da JBS refuta versões de procurador e advogado:

Brasil 01.07.2017 - O Antagonista

Três gravações feitas pela turma de Joesley Batista refutam as versões do procurador preso Ângelo Goulart e do advogado Willer Tomaz de que não receberam propina e estavam negociando a delação da JBS.

Num áudio inédito gravado por Francisco Assis, jurídico da JBS, há um trecho, segundo o Radar da Veja, em que Willer Tomaz fala abertamente sobre como repartiu 4 milhões de recebidos da JBS: um terço para André Gustavo Vieira, um publicitário, um terço para Juliano Couto, presidente da OAB-DF, e o último terço para Ângelo Goulart.

"Em outro momento, Assis pergunta a Willer se o procurador estava sabendo das entregas mensais de 50.000 reais. Tomaz interrompe a pergunta e responde: 'Total'."

PS: Ops....Não vai dar para a CPI da JBS chamar o "presidiário" e Procurador Angelo do MPF para depor contra o Janot.

Anônimo disse...

Lula na CADEIA.!!!

elias disse...

Gostei do site tijolaço, que se mudou para esse blog.

A quadrilha de que fazem parte não tem culpa alguma em tudo que está acontecendo. Nem foi no desgoverno deles!

Vai pra ponte de paris!!!!

Anônimo disse...

Só falta o lularapio fazer a deduração premiada. Vai dedar a mudinha e a rosegate como suas chefas.