STF absolve sumariamente a deputada Yeda Crusius

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, absolveu sumariamente a deputada e ex-governadora do Rio Grande do Sul Yeda Crusius (PSDB/2007-2011), acusada de supostos crimes ambientais por atividade de silvicultura em área de conservação. 

A decisão por extinção da ação penal contra a tucana acolhe manifestação da Procuradoria-Geral da República.


“Não há prova de que (Yeda) tenha contribuído de forma relevante", decidiu Gilmar Mendes.