Senado corta gabinete e carro do senador afastado Aécio Neves

Depois de reportagens na imprensa apontarem que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) continua com seu gabinete funcionando no Senado, apesar da determinação do ministro Edson Fachin, do STF, para que fosse afastado das atividades parlamentares, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), comunicou ao Supremo que suspendeu o gabinete, verbas indenizatórias e o carro, mas não o salário do tucano.

O nome de Aécio também foi retirado do painel de votações da Casa.

O pedido de prisão contra o parlamentar, com base na delação premiada da JBS na Lava Jato, será julgado no dia 20